SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Educação

Planaltina ganha centro infantil

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 25/03/2013 12:07 / atualizado em 25/03/2013 12:10

Arthur Paganini

Roberto Barroso
As crianças de 4 e 5 anos que vivem em Planaltina contam agora com uma escola pública. A unidade foi entregue à comunidade na manhã de ontem pelo Governo do Distrito Federal. Ao custo de aproximadamente R$ 3 milhões, o Centro de Ensino Infantil 1 (CEI 1) possui 12 salas de aula, espaço de múltiplos usos e de leitura, refeitório, parque infantil, brinquedoteca, entre outras instalações. A instituição atenderá em tempo integral, das 7h30 às 17h30, 286 meninos e meninas da pré-escola, que receberão cinco refeições diárias.Depois da inauguração, o governador, Agnelo Queiroz, também participou da primeira reunião itinerante pelo projeto Caravana GDF nas Cidades, na Administração Regional de Planaltina.

Por conta de complicações técnicas no terreno, o CEI 1 foi inaugurado apenas agora, mas a expectativa do governo era de abrir as portas da escola no ano passado. Oterreno possui cerca de 4 mil m², e as obras ocuparam 1,8 mil m². A unidade tem capacidade para atender até 315 alunos, segundo a Secretaria de Educação. “Além de proporcionar alfabetização adequada, o atendimento a crianças de pré-escola permite aos pais dos alunos que trabalhem sem se preocupar em onde deixar os filhos ou em pagar uma escola particular”, destacou o secretário da pasta,Denilson Bento da Costa.Outras cinco escolas infantis de horário integral já foram inauguradas no DF, instaladas nas seguintes cidades: Estrutural, São Sebastião, Brazlândia, Samambaia e Riacho Fundo 1.

Em discurso, o governador prometeu ampliar o atendimento a alunos de 4 e 5 anos e“universalizar o acesso à creche”. Parceria com o Ministério da Educação (MEC) permitirá ao governo erguer 56 de educação da primeira infância. “Esses equipamentos serão fundamentais para impulsionarmos o ensinono DF e permitirmosaos pais que tenham mais tempo para o trabalho, o que será relevante economicamente, inclusive. Até 2014, serão 111 creches”, afirmou. Durante a cerimônia, Agnelo Queiroz também assinou ordem de serviço para a construção de outras duas escolas do mesmo modelo, nos bairrosVila Roriz e Buriti 3.

Desempregada, Simone Sena, 24 anos,nãoescondeu a alegria de ver o filho Vítor Douglas Sena, 4 anos,matriculado no CEI 1. “Não fosse essa escola, eu não teria dinheiro para matriculá-lo em um colégio privado. Acho que tudo ficou muito bonito e ideal para as crianças, além de ser perto da minha casa”, disse. A auxiliar de cozinha Carlene Souza, 34, vai sentir no bolso os benefícios de uma unidade pública disponível para a filha de 5 anos. “Antes, eu pagava R$ 200 por mês em uma escolinha particular”, contou.

Nas cidades

Preocupado em estar próximo das principais demandas da população do Distrito Federal, Agnelo Queiroz iniciou ontem em Planaltina uma série de visitas itinerantes às administrações regionais. Para cumprir o papel de gestor que acompanha na ponta as obras em execução, ele deverá percorrer todo o DF até o fim do ano a fim de cobrar resultados e ouvir reivindicações dos moradores. Em abril, o projeto deverá chegar a São Sebastião e Samambaia.

Segundo o coordenador de Agendas Institucionais do governo, José Ricardo Fonseca, o trabalho vai permitir ao Executivo tratar das especificidades de cada cidade de forma organizada e mais eficiente. “Agora que a casa está arrumada, com os projetos estruturantes prontos ouemexecução, pretendemos ouvir as prioridades e discutir o que está sendo feito Em cada região.Queremos chegar em peso para discutir as vocações e acompanhar de perto o trabalho do governo”, explicou.

Em sua primeira visita, Agnelo tratou, entre outros pontos, da organização daVia Sacra, que vai ocorrer no fim da próxima semana, e da execução do Orçamento Participativo em Planaltina. Segundo o administrador da cidade, Nilvan Pereira, uma das principais reclamações dos moradores é com relação à regularização fundiária da cidade.
Tags:

publicidade

publicidade