SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Cerca de 3 mil jovens se reúnem na Esplanada por melhorias na educação

Representates de movimentos da juventude vão percorrer os ministérios para apresentar a pauta da Jornada Nacional de Lutas da Juventude Brasileira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 02/04/2013 11:34 / atualizado em 02/04/2013 12:37

Mariana Niederauer

Ronaldo de Oliveira/CB/D.A Press
Estudantes e representantes de movimentos sociais pelos direitos dos trabalhadores, das mulheres, dos homossexuais, entre outros, estão reunidos, nesta terça-feira (2/4), na Esplanada dos Ministérios. Entre as principais reinvindicações está a melhoria na educação por meio do investimento de 10% do PIB brasileiro na área. De acordo com a Polícia Militar, cerca de 3 mil manifestantes estão no local, mas o trânsito flui normalmente. A organização do movimento contabilizou cerca de 4 mil participantes.

"Consideramos que, para uma marcha descentralizada, com representantes de todo o país, a participação foi muito grande", afirma o presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Daniel Ilisceu. No início da tarde,os manifestantes devem se reunir com o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho. Durante a tarde, os representantes dos mais diversos movimentos vão percorrer os ministérios e comissões do Congresso Nacional para apresentar pautas específicas de reivindicação (confira o cronograma abaixo).

De acordo com Daniel, a principal pauta da Jornada é a aprovação da Medida Provisória dos royalties do petróleo com a destinação de 100% deles e de 50% do fundo do pré-sal para a educação pública. Dessa forma, os estudantes esperam chegar aos 10% do PIB brasileiro para educação e também pretendem pressionar o Congresso pela votação do Plano Nacional da Educação (PNE). Ainda segundo o presidente da UNE, na quinta-feira, às 10h, a presidente Dilma Rousseff receberá os representantes dos movimentos para ouvir as reivindicações.

"Queremos estimular o debate, estimular a juventude a ocupar a praça pública e demostrar a força que ela tem", ressalta Daniel. Ele acredita que as últimas mobilizações da juventude brasileira têm gerado resultados. Segundo ele, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, se comprometeram a destinar os royalties do município e do estado para a educação.

O encontro faz parte da Jornada Nacional de Lutas da Juventude Brasileira, que já passou por São Paulo, Fortaleza, Manaus, Curitiba e deve chegar a outras capitais até o fim de abril. A concentração começou às 9h, em frente ao Museu Nacional da República. Mais de 40 movimentos de juventude ocuparam a Esplanada dos Ministérios.

Confira o roteiro da jornada
> Pela reforma agrária
Em frente ao Ministério do Desenvolvimento Agrário
> Pelos 10% do PIB pra Educação
Em frente ao Ministério do Planejamento
> Contra o avanço do Agronegócio
Em frente ao Ministério da Agricultura
> Pelos 2% do PIB para o investimento na Ciência e na Tecnologia
Em frente ao Ministério da Ciência e Tecnologia
> Pelo trabalho decente pra juventude
Em frente ao Ministério do Trabalho.
> Pelos Direitos Sexuais e Reprodutivos das jovens mulheres
Em frente ao Ministério da Saúde
> Ato nacional em defesa dos Direitos Humanos
Em frente ao Congresso Nacional

publicidade

publicidade