SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Associação defende resgate da qualidade do ensino médio em escolas públicas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 09/04/2013 19:32

Agência Câmara

A diretora da Associação Nacional de Política e Administração da Educação (Anpae), professora Catarina de Almeida Santos, afirmou que é preciso resgatar a qualidade do ensino médio nas escolas públicas. Catarina Santos participou nesta terça-feira de audiência pública da Comissão Especial de Reformulação do Ensino Médio.

A professora assinalou que hoje 12% dos alunos do ensino médio são de escolas particulares, e que "é esse pequeno contingente que ocupa a maioria das vagas de universidades públicas".

Segundo dados estatísticos apresentados pela professora Catarina, o número de matrículas no ensino médio é 25% do número de alunos do ensino fundamental, o que comprova evasão escolar. A extensa grade curricular e a falta de ensino profissionalizante podem justificar o desinteresse dos adolescentes, na opinião da professora. "É preciso pensar um ensino médio mais atrativo para a juventude, que pense as questões da juventude, além da formação geral, que é fundamental."

A professora lembrou ainda que hoje cerca de 30 milhões de alunos estão matriculados no ensino fundamental, contra cerca de 8,4 milhões matriculados no ensino médio, sendo que a população de jovens entre 15 e 17 anos é de 10.357.874.

PNE Durante a audiência, o deputado Professor Sétimo (PMDB-MA) enfatizou que a prioridade é votar e aprovar o Plano Nacional de Educação (PNE). "Nossa preocupação é aprovar o PNE até julho, para que os Estados possam ter o elemento que vai direcionar a fazer o seu plano estadual de educação. Para que o município possa fazer o seu plano municipal de educação."

A Câmara aprovou em 2012 o novo Plano Nacional de Educação (PNE – PL 8035/10), que destina 10% do Produto Interno Bruto (PIB) do País para políticas de educação. A proposta aguarda votação no Senado.

Tempo integral Ao defender o modelo da escola de tempo integral para o ensino médio, com ênfase na formação tecnológica, o presidente da comissão especial, deputado Reginaldo Lopes (PT-MG), comunicou que o colegiado promoverá debates nos estados para ouvir sugestões de melhoria do ensino médio.

Tags:

publicidade

publicidade