SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Alunos recebem primeiros kits da campanha Arma não é brinquedo: dê livros

Estudantes da Escola Classe 10 de Ceilândia Norte foram os primeiros a fazer a troca

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 17/04/2013 19:16 / atualizado em 17/04/2013 20:17

Os primeiros estudantes a receberem livros em troca de armas de brinquedo estudam na Escola Classe 10 de Ceilândia. A iniciativa faz parte da campanha "Arma não é brinquedo: dê livros", da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania do Distrito Federal, lançada na última segunda-feira. Os alunos do 5º ano Pedro Yasser e Matheus Lima, de 9 anos, e Giullian Beatriz Gonçalvez, 11, se anteciparam à preparação da escola e já entregaram suas armas de brinquedo em troca de um kit com duas revistas em quadrinhos e uma cartilha para ser entregue aos pais.

Marcelo Ferreira/CB/D.A Press
Agora, a escola colocará uma faixa mostrando que participa da campanha e a diretora Micheli Ribeiro disse que pretende enviar um comunicado às famílias de todos os alunos para que todos possam fazer a troca. Ela destaca a importância da participação dos pais nesse projeto. "A realidade de muitas das crianças daqui é a que nós vemos na televisão. Muitas delas já viram ou conviveram com a presença de uma arma de fogo no seu dia a dia", afirma.

O objetivo da campanha é incentivar um comportamento pacífico nas ações da sociedade, principalmente na resolução de problemas a partir de pequenas atitudes, como a troca de brinquedos que estimulem a violência por livros ou outros brinquedos que estimulem a criatividade e o diálogo.

O programa será divido em duas frentes de atuação, uma com ênfase nos alunos das Escolas Classe, com até 12 anos de idade, e outra nos Centros de Ensino, com jovens e adolescentes. Os Centros de Ensino serão atendidos pelos multiplicadores da paz, que terão a responsabilidade de ajudar os outros alunos a elaborar um pequeno projeto dizendo qual seria um exemplo de território ideal de convivência.

Jovens de todo o Distrito Federal podem se cadastrar para serem jovens multiplicadores. Basta se inscrever no Núcleo Programa Jovem de Expressão, na EQNM 18/20, Praça do Cidadão, Ceilândia Norte. Informações pelo telefone (61) 3372-0957.
Tags:

publicidade

publicidade