SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Estudantes completam o turno integral com aulas de música

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/06/2013 20:03

Alisson, Carolina, Luan e Rita, estudantes do programa Mais Educação na cidade de Esteio (RS), tiveram nesta quarta-feira, 5, a primeira aula no conservatório Pablo Komlós, a escola de música da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa). Alunos do Centro de Educação Básica Maria Lygia Andrade Haack, eles foram selecionados entre 460 inscritos para 224 vagas distribuídas entre os níveis iniciante, médio e superior. A formação é gratuita.

Alisson da Silva Rosa, 13 anos, e Luan Primo Flores, 12 anos, estudam percussão e Carolina Vargas Padilha, 12 anos, e Rita Lippertt, 13 anos, estudam flauta no conservatório da Ospa. De acordo com o coordenador do Mais Educação na escola, Tiago Klein, a ida dos quatro alunos para o conservatório de música é resultado da dedicação de um conjunto de pessoas, de iniciativas da escola e do empenho das crianças.

Os quatro alunos que estão na escola de música da Ospa vão a Porto Alegre dois dias por semana, acompanhados de um profissional da escola. É lá que eles completam o turno integral, como determina o programa.

A trajetória da música nas atividades da educação integral no Centro Maria Lygia Andrade Haack começou em 2009, quando a unidade aderiu ao programa Mais Educação. Naquele ano, eles tiveram oficinas de canto e coral, em 2010 começaram a ter aulas de percussão e também iniciaram estudos de partitura musical; depois, em 2011 e 2012, vieram oficinas de flauta e violão. Tiago Klein diz que os mais avançados em flauta começaram a estudar história da música e também montaram blogs pessoais.

Motivada pelo interesse dos estudantes pela música, a escola fez, em 2010, uma parceria com o projeto Unimusica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) que permite a ida das crianças a Porto Alegre assistir shows uma vez por mês. “De lá pra cá, fomos umas 15 vezes, com grupos de 20 a 25 alunos a cada mês”, diz Klein. É a escola que leva os alunos da educação integral, em sistema de revezamento, para que todos possam assistir as apresentações, e a prefeitura oferece o ônibus.

Mais dois estudantes da educação integral se destacam na música. Nathanael Machado de Cristo, 16 anos, e Mateus Alves, 14 anos, ambos no oitavo ano do ensino fundamental, estudam violão no Instituto de Artes da UFRGS desde março deste ano.

Escola
A escola municipal Maria Lygia Andrade Haack tem cerca de 1 mil alunos do ensino fundamental, dos quais 130 estão na educação integral. São sete horas diárias de atividades pedagógicas e uma hora de almoço. Além da música, eles têm aulas de letramento, circo e judô. Para desenvolver o judô, a escola fez parceria com o Grêmio Náutico União, de Porto Alegre, onde as crianças treinam no clube duas vezes por semana. Para esses deslocamentos, a prefeitura de Esteio dá o transporte.
Tags:

publicidade

publicidade