SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Meio Ambiente aprova criação do Fundo Nacional de Educação Ambiental

Emenda incluída pelo relator determina que metade dos recursos do fundo seja aplicada no ensino ambiental nas escolas %u2013 desse montante, 70% serão destinados à formação de professores.

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 27/06/2013 19:07

Agência Câmara

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável aprovou, na quarta-feira (26), proposta (PL 3215/12) que institui o Fundo Nacional de Educação Ambiental (FNEA). Destinado a apoiar programas e projetos de estados, municípios, organizações da sociedade civil e entidades privadas, o fundo será composto por, no mínimo, 2% das dotações do Fundo Nacional de Meio Ambiente (FNMA) e 20% dos recursos arrecadados com multas ambientais.

O relator, deputado Giovani Cherini (PDT-RS), apresentou emenda para determinar que metade dos recursos do FNEA seja aplicada em educação ambiental formal (na escola) e a outra metade em educação não formal (capacitação dos conselhos municipais de meio ambiente, ações de recuperação de ecossistemas e manejo sustentável da biodiversidade, entre outras). Da fatia destinada à escola regular, 70% devem ser destinados à formação de professores.

Destinação
Conforme a proposta, do deputado Márcio Macêdo (PT-SE), as ações contempladas pelo fundo incluirão coleta seletiva de materiais descartáveis para reciclagem, estímulo a novos negócios na área de reciclagem, gerenciamento integrado de resíduos sólidos, consumo sustentável e projetos de recuperação ambiental, entre outras iniciativas.

Para Cherini, a instituição do fundo representa uma “enorme oportunidade” para a real implantação da Lei de Educação Ambiental (9.795/99). “A definição de recursos é extremamente importante para a concretização da política nacional do setor”, argumenta.
Tags:

publicidade

publicidade