SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

MEC seleciona técnicas de ensino de inglês e espanhol

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/08/2013 15:49

O Ministério da Educação recebe, até 3 de setembro, inscrições de projetos de tecnologias de ensino e aprendizagem das línguas inglesa e espanhola, para uso de professores e estudantes do ensino fundamental e médio das redes públicas. As tecnologias deverão contemplar as quatro habilidades básicas – ler, escrever, falar e escutar –, conforme o edital do Ministério da Educação.

De acordo com Jaqueline Moll, diretora de currículos e educação integral da Secretaria de Educação Básica (SEB), as tecnologias selecionadas estarão disponíveis para as escolas e redes públicas em 2014. Para recebê-las, as secretarias estaduais e municipais de educação devem fazer a solicitação no Plano de Ações Articuladas (PAR) do próximo ano. O objetivo das novas técnicas, diz a diretora, é auxiliar os educadores no ensino das línguas estrangeiras e despertar o interesse dos estudantes.

O desafio, segundo Jaqueline Moll, é construir outro ambiente na escola para motivar os alunos a desenvolver a leitura, o falar e a compreensão da língua estrangeira. “Quem decora não se apropria da língua. O desafio é superar isso.”

Quem participa

Podem inscrever tecnologias para pré-qualificação pessoas físicas ou jurídicas que tenham criado instrumentos para o ensino e a aprendizagem de inglês ou espanhol. A participação está aberta a brasileiros ou estrangeiros, estes com sede no Brasil. A inscrição também está aberta a especialistas, pesquisadores, instituições de ensino e pesquisa, organizações sociais, entre outros. Os projetos escolhidos serão incluídos no Guia de Tecnologias Educacionais do MEC.

Conforme o edital, cada proposta deve contemplar apenas uma etapa do ensino – fundamental ou médio; um público – estudantes ou professores; e uma classificação – iniciante, pré-intermediário, intermediário, avançado. O autor pode inscrever mais de uma tecnologia, desde que atenda esses três itens. O edital esclarece que tais instrumentos educacionais são para uso de escolas urbanas ou do campo que pretendem ampliar a jornada escolar; fazer integração entre escola e a comunidade; promover o diálogo entre os conteúdos escolares, os saberes contemporâneos e locais.

A inscrição das tecnologias deve ser feita via internet, em formulário, no endereço disponível no edital publicado em 18 de junho de 2013. Os materiais devem ser enviados para a secretaria do Instituto de Informática da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Guia

O Guia de Tecnologias Educacionais do MEC foi criado em 2007 e é uma das ações do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), lançado em abril daquele ano. Ele está estruturado em seis blocos: gestão da educação, ensino-aprendizagem, formação de profissionais da educação, educação inclusiva, portais educacionais, diversidade e educação de jovens e adultos. O guia tem hoje 195 tecnologias, entre as pré-qualificadas em chamadas públicas e aquelas criadas pelo ministério. A finalidade do guia é disseminar técnicas, ferramentas, aparatos de natureza pedagógica que possam auxiliar gestores e professores na decisão quanto a recursos a utilizar para melhorar a educação básica pública.

Tags:

publicidade

publicidade