SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Mercadante: MEC quer tornar o ensino médio mais atrativo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/08/2013 10:46 / atualizado em 22/08/2013 10:48

Agência Câmara

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, destacou em audiência pública realizada pela comissão especial que discute a reformulação do ensino médio que o número de matriculas neste segmento quase triplicou entre 1991 e 2012.

Segundo informou as matrículas no ensino médio passaram de 3.777.698 em 1991 para 8.376.852 em 2012, sendo que 88% estão na rede pública e 12% na rede privada.

Segundo Mercadante, o ministério está investindo em tecnologia e na formação de professores como forma de tornar os três anos do ensino médio mais atrativo para os alunos.

Professores no interior
Mercadante disse ainda que o ministério está estudando formas de atrair professores para os municípios com carência desses profissionais.

Para o ministro, agora é hora de garantir a qualidade do ensino oferecido nas escolas públicas, responsáveis por 88% do total de alunos. "Não temos hoje professores disponíveis para matemática, física, química e inglês; essas são as maiores carências. São professores brasileiros que nós vamos estimular a irem para cidades do Nordeste e da Amazônia para que gente possa suprir a deficiência nessas disciplinas."

Audiências nos estados
O relator da comissão, deputado Wilson Filho (PMDB-PB), destacou que a participação do ministro na audiência pública demonstra o interesse do governo em discutir soluções para os problemas do ensino médio. "Foi muito importante ele ter vindo e ter dito que espera sugestões da comissão. Muitos diziam que o MEC chegaria com uma proposta concreta apenas para nós aceitarmos ou não."

Wilson Filho informou que a comissão está participando de audiências nos estados. Ele disse ainda que vai apresentar seu relatório durante um seminário nacional que vai ser realizado em 8 de outubro.

Tags:

publicidade

publicidade