SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Educação integral

Escolas indígenas aderem à jornada ampliada em Roraima

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/08/2013 12:31 / atualizado em 22/08/2013 12:32

Das 268 escolas indígenas da educação básica pública de Roraima, 13 unidades do ensino fundamental ingressaram este ano no programa Mais Educação. Desde março, participam das atividades da jornada ampliada 1.364 estudantes de diversos povos, como os macuxis, uapixanas, ianomâmis, uai-uais e iecuanas. Escolas urbanas e rurais aderiram ao programa em 2010.

As escolas indígenas estão localizadas em áreas isoladas e de difícil acesso. De acordo com a coordenadora do Mais Educação no estado, Silvane Maciel, o processo de mobilização e informação das comunidades sobre a educação integral exigiu tempo em razão dessa dificuldade. Outros desafios que antecederam a implantação foram a definição das atividades complementares e a busca, nas comunidades, de professores e monitores para a jornada ampliada.

Em Roraima, alunos das 13 escolas indígenas têm quatro horas de aula. Em outras três horas, são fortalecidos os conhecimentos da língua materna e desenvolvidas atividades esportivas e culturais. Nos esportes, as comunidades e professores escolheram atletismo, especialmente salto e corrida, e futebol. Na parte cultural, danças tribais e criação e confecção de brinquedos.

Silvane explica que para a alimentação de estudantes, monitores e professores das 13 escolas, o estado transfere recursos à Associação de Pais e Mestres, que providencia a compra de produtos locais. A medida foi tomada em respeito aos hábitos alimentares indígenas e ao fortalecimento das tradições.

Crescimento — Na avaliação da coordenadora do Mais Educação, passados seis meses do início das atividades da educação integral indígena, as comunidades demonstram aceitação do programa e pediram a inclusão de mais estudantes em 2014. As redes públicas de Roraima têm 14.668 estudantes indígenas — 11.908 no ensino fundamental e 2.760 no médio. Eles estudam em 268 escolas existentes nas aldeias.

Em 2010, o programa Mais Educação teve a adesão de escolas públicas urbanas e rurais de Roraima. Hoje, segundo Silvane Maciel, 12,5 mil estudantes estão matriculados em 38 unidades urbanas de educação integral e 2.020 alunos frequentam 21 escolas rurais.

Criado em 2008, o Mais Educação conta hoje com a participação de 49,4 mil escolas públicas urbanas, rurais, quilombolas e indígenas nas 27 unidades da Federação. Nesse conjunto de escolas estudam cerca de 6 milhões de alunos.
Tags:

publicidade

publicidade