SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Parlamento Jovem Brasileiro terá representante de Brasília

Projeto que simula o funcionamento da Câmara dos Deputados reúne 78 jovens de todo o Brasil

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/08/2013 18:39 / atualizado em 26/08/2013 19:24

Crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press. Brasil. Brasília - DF.
A estudante do 3º ano do ensino médio Mayrluce Alves de Sousa, 18 anos, do Centro Educacional 310 de Santa Maria, vai representar o Distrito Federal na 10ª edição do Parlamento Jovem Brasileiro (PJB). O programa, da Câmara dos Deputados, oferece aos alunos de escolas públicas e particulares a vivência do processo democrático por meio da simulação de rotina dos trabalhos legislativos. Ao fim do processo, o objetivo é despertar nos jovens o interesse pela política.

Mayrluce e mais 77 estudantes de todo o país, entre 16 e 22 anos de idade, experimentarão como é a jornada de trabalho de um deputado federal durante cinco dias, com direito a certificado e posse em mandato legislativo. A simulação ocorrerá entre 23 e 27 de setembro, na própria Câmara dos Deputados.

No processo de inscrição para o programa, os estudantes precisam criar ou alterar um Projeto de Lei (PL) de tema livre, observando os problemas da comunidade que representam e apresentar uma solução. Depois, as propostas são analisadas por uma comissão na Câmara dos Deputados. Mayrluce, ao ver um cartaz no mural da escola, procurou ajuda de algumas pessoas para saber do que elas necessitam.

"Procurei um amigo da minha família e ele me contou que há muito tempo não via a família, que mora longe do DF. A partir disso, tive a idéia do meu projeto, que é instituir o auxílio turismo, para que pessoas com baixa renda também possam viajar", explica a estudante.

No projeto, Mayrluce propõe que o benefício possa ser concedido de dois em dois anos para dois membros de uma mesma família em épocas de baixa temporada, tendo prioridade os parentes com doenças terminais, problemas judiciais e outras situações que podem ser comprovadas como urgentes.

Desde que confirmou o projeto entre os selecionados, a estudante conta que está ansiosa para o início da jornada parlamentar. "Ainda não sei muito bem sobre o que iremos fazer durante o programa, mas com certeza será um grande aprendizado. Vai ser ótimo também para ter contato com pessoas de outros estados e conhecer mais um pouco as realidades de cada um."

Estudantes políticos
Este ano, o PJB bateu o recorde de inscritos, com 1.631 projetos de lei. O estado com maior número de inscrições foi o Amazonas, com 300 estudantes. Em segundo, ficou São Paulo, com 212, seguido de Rondônia, com 168. Pernambuco, com 144, ficou em quarto lugar, e o Rio de Janeiro, com 115 inscritos, em quinto.

Dos 78 projetos aprovados, 31 são voltados para a área de educação. Os projetos sugerem, por exemplo, adequação dos materiais escolares para alunos portadores de necessidades especiais e a obrigatoriedade da disciplina Língua Brasileira de Sinais (Libras) na grade curricular. Outras propostas pedem modificações em projetos de lei existentes na área de saúde, meio ambiente e inclusão social.

No total, 690 jovens já participaram da experiência desde a primeira edição, em 2004. O número de representantes de cada unidade da federação é proporcional ao número de deputados federais eleitos oficialmente.
Tags:

publicidade

publicidade