SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Instituto Batucar é finalista de prêmio de educação integral

Organização social do Recanto das Emas ganha cheque de R$25 mil em premiação

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/10/2013 18:51 / atualizado em 03/10/2013 18:57

Ana Paula Lisboa

Itaú/divulgação
O Instituto Batucar, do Recanto das Emas, está entre os finalistas do 10º Prêmio Itaú-Unicef, que estimula experiências de educação integral. O projeto do Distrito Federal está entre as quatro organizações regionais selecionadas no Polo Goiânia que foram premiadas com R$ 25 mil na última terça-feira (1/10) no Sesi de Goiânia. O Instituto Batucar foi selecionado entre outras 2713 instituições de todo o Brasil e vai concorrer com outras 31 instituições de 8 polos regionais na etapa nacional em São Paulo, marcada para 28/11. Na ocasião, os quatro projetos vencedores receberão R$ 100 mil cada. As melhor instituição de todas será premiada com R$ 225 mil.

A organização social foi escolhida por sua parceria com o Centro de Ensino Fundamental 113 do Recanto das Emas. Lá, os voluntários do Batucar dão aulas de música e percussão para os alunos de educação integral uma vez por semana. Para Ricardo Amorim, presidente da organização, a conquista é importante para dar mais credibilidade ao trabalho realizado. “Prêmios de instituições sérias, como esse, coroam o nosso trabalho de mais de 12 anos e abrem portas para realizar novas parcerias, porque traz credibilidade para a busca de patrocínio”, conta satisfeito.

Alceu Avelar, administrador do Instituto Batucar, e o coordenador do Centro de Ensino Fundamental 113 do Recanto das Emas, Adriano Sousa, foram à Goiânia receber o prêmio. Alceu comemora a vitória: “A sensação que tenho é de realização ao ver nosso trabalho ser reconhecido. Por mais que o que fazemos pareça pouco, na verdade, beneficia e muda o futuro de muitas crianças. Fica ainda mais claro que vale a pena continuar lutando para transformar a realidade”.

A história de vida de Alceu Avelar, 29 anos, se mistura com a do projeto. Carioca que cresceu no Recanto das Emas, Alceu conseguiu avançar nos estudos por causa do apoio que recebeu. “Em 2001, eu participava do Batucadeiros como aluno e tive de sair quando completei 18 anos. Em vez de continuar estudando, eu comecei a trabalhar. A minha história mudou quando recebi um convite para para participar do projeto como auxiliar de professor”, explica. Com a bolsa que recebia, Alceu conseguiu pagar as mensalidades da faculdade de administração de empresas e continua na instituição até hoje. “Se não fosse o instituto, eu não teria ido adiante. Essa ajuda abriu muitas portas para mim. O projeto me deu um norte e eu consegui tomar as rédeas da minha vida e parei de deixar a vida me levar”.

O Instituto Batucar

A organização não governamental que surgiu em 2006 como resultado do grupo Batucadeiros que, desde 2001, oferece aulas de percussão corporal, violão, violino, viola, violoncelo, contrabaixo acústico, flauta e canto para crianças e adolescentes. O Instituto é parceiro do Centro de Ensino Fundamental 113 do Recanto das Emas e atende os alunos de educação integral uma vez por semana com aulas de música. A organização também dá aulas de música e acompanhamento pedagógico para outras crianças da comunidade, duas vezes por semana. No total são 300 crianças beneficiadas.

O objetivo é democratizar a arte e a cultura, valorizar a criança e o adolescente, e estimular o empoderamento da comunidade através da arte.
Todas as atividades são de graça e qualquer criança e adolescente pode se increver: basta se digirir à sede da instituição e colocar o nome numa lista de espera. O Instituto Batucar precisa de mais doações para atender mais crianças. Para ajudar, entre em contato.
Telefone: (61) 8419-9675
Site: www.institutobatucar.org.br
Endereço: Quadra 307, Conjunto 15, Casa 17 - Recanto das Emas, Distrito Federal
Tags:

publicidade

publicidade