SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Educação debate impacto no ensino após fusão de grupos educacionais

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/10/2013 19:15

Agência Câmara

A Comissão de Educação debate nesta quinta-feira (10) o impacto na qualidade do ensino brasileiro provocado pela fusão entre as empresas Kroton Educacional, do Grupo Pitágoras, e Anhanguera Educacional.

O debate foi proposto pelos deputados Ivan Valente (Psol-SP); Chico Alencar (Psol-RJ) e Jean Wyllys (Psol-RJ). A fusão dessas empresas, conforme explicam os parlamentares, ainda está sujeita à aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), e poderá criar o maior grupo educacional do mundo, com um capital aberto de R$ 12 bilhões e quase 1 milhão de alunos, sendo 450 mil no modelo de ensino a distância.

“A fusão das empresas, que já compraram outras inúmeras faculdades e universidades em praticamente todos estados da federação, revela também a criação de um verdadeiro oligopólio. Os dados de hoje revelam que esses dois grupos congregam uma estrutura de mais de 800 unidades de ensino superior”, dizem os parlamentares para justificar a importância do debate.

Foram convidados:
- o secretário de Educação Superior do Ministério da Educação, Paulo Speller;
- o presidente da Federação dos Professores do Estado de São Paulo, Rodrigo Calvo Galindo;
- o presidente da Federação dos Professores do Estado de São Paulo, Celso Napolitano; e
- o professor titular da Faculdade de Educação (USP), Romualdo Luiz Portela de Oliveira.

O debate será realizado às 9h30, no Plenário 10.
Tags:

publicidade

publicidade