SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Banco virtual reúne propostas inovadoras sobre avaliações

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 16/10/2013 14:51

Estudantes das redes públicas de ensino do país contam, a partir desta quarta-feira (16) com uma nova ferramenta na internet, o Banco de Propostas Inovadoras em Avaliação da Educação Básica do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). Nele estão acessíveis plataformas on-line gratuitas, que permitem o acesso a conteúdo didático e a testes simulados de avaliações da educação básica organizadas pelo Inep.

Nessa fase inicial, os estudantes têm acesso às plataformas Geekie Games, Portal Ideb e QEdu. O Geekie Games viabiliza acesso ao Geekie Lab, plataforma on-line de aprendizado adaptativo que auxilia os estudantes na preparação com vistas ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) por meio de ferramentas de diagnóstico e de estudo personalizado. Os interessados podem fazer testes simulados das quatro áreas do Enem e assim identificar tanto seus pontos fortes quanto os fracos.

A ideia do Portal Ideb é facilitar o acesso a informações sobre o índice de desenvolvimento da educação básica (Ideb). Além de entender como o indicador foi gerado, o portal promove o conhecimento da sociedade sobre o Ideb e a apropriação dos respectivos resultados pelas escolas, municípios, estados e país.

No QEdu, o público encontra informações sobre os anos iniciais e finais das redes públicas municipais e estaduais e sobre a qualidade do aprendizado em cada escola. O portal foi idealizado para fomentar o melhor uso das bases de microdados da Prova Brasil e do Censo Escolar.

“Com a iniciativa, pretendemos ampliar a participação da sociedade nos processos de avaliação educacional realizados pelo instituto”, afirma o presidente do Inep, Luiz Cláudio Costa. “As avaliações são importante instrumento de melhoria da qualidade da educação porque mostram a efetividade dos sistemas de ensino e apontam em quais aspectos podem ser aprimorados ou servir como exemplo de boas práticas.”

As plataformas foram selecionadas por meio do Aviso de Chamamento Público nº 2/2013. A seleção técnica levou em consideração critérios como a abrangência da proposta para a disseminação da cultura da avaliação educacional, os impactos no desenvolvimento das atividades de avaliação e a consonância da proposta à política de educação básica do Ministério da Educação.
Tags:

publicidade

publicidade