SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Avaliação regional comparativa é aplicada no Brasil até o dia 31

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 23/10/2013 18:05

Cerca de quatro mil estudantes, em mais de 300 escolas do país, participam da aplicação do 3º Estudo Regional Comparativo e Explicativo (Terce), que se estenderá até o dia 31 próximo. Promovido pelo Laboratório Latino-Americano de Avaliação da Qualidade da Educação (Llece), o exame teve início na segunda-feira, 21.

O Terce afere o desempenho escolar, nas áreas de linguagem (leitura e escrita), matemática e ciências, de estudantes do quarto e do sétimo anos do ensino fundamental. Os objetivos são reunir informações sobre a qualidade da educação na região e orientar a tomada de decisões em políticas públicas educacionais.

Planejadas e desenvolvidas desde 2010, as atividades do estudo resultam do trabalho desenvolvido pela Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco) em países da América Latina, como Argentina, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Guatemala, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana e Uruguai, além do Brasil. Na avaliação são adotados questionários de contexto, destinados a captar as circunstâncias sob as quais a aprendizagem ocorre. Os resultados devem ser divulgados no segundo semestre de 2014.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) participa das atividades do Llece de maneira efetiva. No Terce, esteve presente nas etapas de análise curricular, elaboração de itens e aplicação do pré-teste — realizado em 2012, somente no Brasil, na Guatemala e na Colômbia.

O Brasil, por meio do Inep, também sediou o curso de aplicação e uso do software e as oficinas de capacitação em TRI [teoria da resposta ao item], em 2012, e de fatores associados, este ano. Além disso, o instituto fez a revisão do projeto adotado no estudo e é um dos representantes do país no Conselho de Alto Nível (Ctan), grupo de especialistas internacionais que trabalham na orientação estratégica do Terce.

Os estudos desenvolvidos pelo Llece surgiram de acordo firmado por países da América Latina dispostos a melhorar a qualidade educacional por meio de sistemas nacionais de avaliação. Assim, foi realizado o 1º Estudo Regional Comparativo e Explicativo (Perce), que abordou as áreas de linguagem, matemática e fatores associados, aplicado a estudantes do quarto e quinto anos (atualmente terceira e quarta séries) da educação básica. O Perce reuniu, pela primeira vez, informações comparativas sobre a aprendizagem nos países da região.

Outro exame foi o 2º Estudo Regional Comparativo e Explicativo (Serce), que avaliou o desempenho dos estudantes do quarto e sétimo anos (antigas terceira e sexta séries) do ensino fundamental em matemática, linguagem (leitura e escrita).

Assessoria de Comunicação do INEP
Tags:

publicidade

publicidade