EDUCAçãO »

Último dia para fazer a matrícula

Há oportunidades para todos dos ensinos fundamental e médio na rede pública. Porém, faltaram 6 mil vagas aos estudantes de 4 a 5 anos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 08/01/2014 10:56 / atualizado em 08/01/2014 10:30

Manoela Alcântara

Iano Andrade
Acaba às 18h de hoje o prazo para a efetivação da matrícula na rede pública de ensino do DF. Até ontem, 90% dos que conseguiram uma vaga ao ligar para o telefone 156, em outubro do ano passado, foram às escolas confirmar o cadastro. Caso os responsáveis não procurem o colégio no prazo estabelecido, o estudante perderá a chance. Eles devem ter em mãos documentos essenciais para concretizar o processo. Entre eles, estão a Carteira de Identidade e o CPF (veja quadro). No próximo dia 14, os alunos podem pleitear uma vaga remanescente.

A diferença entre os que conseguiram concluir todo o processo pelo 156 é que eles tiveram o privilégio de tentar uma vaga em escolas próximas à residência ou ao local onde trabalham. Os que deixaram para última hora ou decidiram depois de o prazo terminar, não serão impedidos de matricular os filhos, mas não poderão escolher. “Para quem vem de outro estado, da rede privada ou se inclui em qualquer outra circunstância que o impossibilitou de fazer o cadastro no ano passado, será necessário esperar até 14 de janeiro. Os filhos vão estudar onde tiver vaga”, ressalta o subsecretário de Planejamento, Acompanhamento e Avaliação Educacional da Secretaria de Educação, Fábio Pereira de Sousa.

Segundo ele, há oportunidades para todos do ensino fundamental e médio. Porém, as vagas para a educação infantil — alunos de 4 a 5 anos — não foram universalizadas. “Conseguimos atender 15 mil pessoas. Outras 6 mil ficaram de fora”, mostra. O subsecretário atribui a falta de vagas a uma herança de anos anteriores. “Esse setor ficou sucateado durante muito tempo, mas, ainda no primeiro semestre de 2014, conseguiremos resolver a situação e ampliar o número de oportunidades com a inauguração das creches”, disse.

Estão inscritos 33.372 estudantes de todo o ensino básico. A expectativa é que 96% deles efetivem o processo iniciado no 156. Andrea Rocha Oscar, 38 anos, e a filha, Thainá Oscar, 16, estão na expectativa de que as vagas remanescentes às beneficiem. Thainá sempre estudou na rede privada e, este ano, ingressará na pública. “Não tinha a menor ideia de que o pedido de matrícula começava em outubro. Perdi essa fase e agora vou correr atrás”, disse Andrea. Professora, ela viu a filha reprovar o 1º ano do ensino médio e decidiu mudar de tática. Ontem, procurou o Setor Oeste, localizado na 912 Sul, para saber quais os procedimentos deveria realizar. “Se for preciso, vou até dormir na fila para conseguir a vaga”, afirmou Thainá. O Distrito Federal tem 651 escolas públicas e quase 472 mil alunos.

Fique atento

Confira os documentos necessários: 

Educação infantil
» Original e cópia da Certidão de Nascimento
» Duas fotos 3X4
» Comprovante de residência
» Cópia do Cartão de Vacina do estudante atualizado, tipagem sanguínea e fator RH
» Registro Nacional de Estrangeiros, quando for o caso
» Os pais ou responsáveis legais deverão apresentar, no ato da matrícula do estudante, a Carteira de Identidade e o Cadastro de Pessoa Física (CPF)

Ensinos fundamental e médio
» Além dos documentos acima, Título de Eleitor, se necessário; Declaração Provisória de Matrícula (Deprov) ou Histórico Escolar

Tags: