SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Alunos e professores vão fazer intercâmbio nos Estados Unidos

Dos intercambistas, dois estudantes e 25 professores são de escolas públicas do Distrito Federal

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 09/01/2014 14:57 / atualizado em 09/01/2014 17:10

Ana Paula Lisboa

Antonio Cunha/CB/D.A Press
Professores de inglês de escolas públicas embarcam nesta sexta-feira (10/1) e sábado (11/1) aos Estados Unidos para terem aulas em universidade americanas. Também na sexta-feira (10/1), 37 estudantes de ensino médio de escolas públicas, dentre eles dois brasilienses, viajam para Washington, a capital americana, por meio do programa Jovens Embaixadores. Os alunos selecionados vão aprender sobre técnicas de voluntariado para aplicar em projetos sociais dos quais já participam. Ambos os grupos são mantidos pela Embaixada dos Estados Unidos no Brasil.

Jovens engajados

Este é o 12º ano de vigência do programa Jovens Embaixadores. A iniciativa da embaixada americana seleciona estudantes de ensino médio de escolas públicas que tenham bom domínio de inglês, que sejam bons alunos, que nunca tenham viajado para os Estados Unidos e que trabalhem como voluntários em algum projeto. Os 37 jovens selecionados, com idades entre 15 e 18 anos, vão passar três semanas no exterior, ficar hospedados em casas de família, frequentar escolas americanas e participar de projetos sociais estadunidenses.

“Os selecionados são jovens que fazem a diferença na comunidade. Eles vão atuar como voluntários, visitar ONGs e aprender bastante sobre voluntariado para aplicar este conhecimento no Brasil quando retornarem”, explica a coordenadora do programa Jovens Embaixadores, Márcia Mizuno, 49. Depois de passar uma semana em Washington, os estudantes vão ser divididos em quatro grupos e vão passar outras duas semanas em outras cidades norte-americanas: Seattle, Charlotte, Tulsa e Bozeman. Confira a lista dos 37 estudantes selecionados.

Moradora de Santa Maria e aluna do Centro de Ensino Médio Setor Oeste Paloma Pinheiro, 16, é uma das participantes do programa e sente orgulho da conquista. “Para esta seleção, não basta falar inglês. É preciso ser uma pessoa de valores, engajada com projetos sociais”, explica. Erivelton Soares, 17, mora no Recanto das Emas e dá aulas de inglês numa creche. “Adoro estudar inglês e sei que esta viagem vai abrir meus olhos para o mundo. O que eu aprender sobre voluntariado lá vou aplicar na creche em que já atuo”, conta.

Intercâmbio de professores
Os 536 educadores viajam pelo Programa de Desenvolvimento para Professores de Inglês (PDPI), promovido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) do Ministério da Educação (MEC) em parceria com a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil. Na manhã desta quinta-feira (9/1), um grupo de 130 professores intercambistas estiveram na sede da Capes, para palestras e orientações sobre a viagem. O mesmo evento foi realizado no Rio de Janeiro, em São Paulo e em Recife.

O encarregado de negócios da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman, esteve na mesa de abertura do evento e felicita o grupo que viaja nesta sexta-feira. Segundo ele, a experiência do intercâmbio é também um incentivo para os estudantes “O esforço de aprender a língua inglesa é um passaporte para os alunos e vocês estão trazendo um mundo novo para eles”, diz. O intercâmbio dura seis semanas e vai até 22/2. Os professores serão divididos em grupos e enviados a 16 universidades americanas. Lá, eles terão cursos sobre metodologias de ensino e avaliação, recursos on-line, planos de aula e outras ferramentas de formação continuada de professores.

Alessandra Pontes, 42, é uma das 25 selecionadas do Distrito Federal e leciona para alunos de 2ª e 3ª série do Centro de Ensino Médio 12 do P Norte. Ela acredita que as experiências que os professores vão adquirir com o programa podem beneficiar os alunos. “É um desafio, uma experiência ímpar, uma imersão total em outra cultura. Muitos dos estudantes, quando souberem dessa bagagem que a gente traz, vão se sentir incentivados a aprender uma nova língua.” Confira a lista dos aprovados por ordem alfabética.
Tags:

publicidade

publicidade