SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

'Mais Médicos trouxe ditadura cubana para o país', diz Mário Couto

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/02/2014 17:52 / atualizado em 11/02/2014 18:04

Agência Senado

O senador Mário Couto (PSDB-PA) criticou o programa  “Mais Médicos”, que contrata profissionais médicos de outros países da América Latina, entre eles Cuba, para trabalharem no Brasil.

Em pronunciamento nesta terça-feira (11), ele voltou a criticar o programa lembrando que, na época do lançamento, avisava que o Mais Médicos não resolvia o problema da saúde dos brasileiros, intimidava os médicos brasileiros e representava a desvalorização da classe médica brasileira. Também chamava atenção para a forma de contratação e o pagamento de R$ 10 mil, porque segundo ele, apenas R$ 800 eram repassados para os médicos, ficando o restante para o governo cubano.

Na opinião do senador, o governo brasileiro trouxe a ditadura cubana para o Brasil. Para ele, os médicos cubanos que participam do programa são enganados.

— Olhem como escraviza! Isso é uma escravidão, principalmente neste País, onde a inflação já é galopante, o que o PT esconde. O PT mente ao dizer que não há inflação neste País — afirmou Mário Couto.
Tags:

publicidade

publicidade