SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Centro de Excelência em Saltos Ornamentais seleciona atletas infantis

Primeira fase dos testes começa no próximo sábado, dia 22. Objetivo é preparar saltadores de olho nas Olimpíadas da próxima década

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/02/2014 16:54 / atualizado em 21/02/2014 17:25

Agência UnB

Isabelle Araújo
Daqui a dois anos o Brasil sediará os jogos olímpicos e a conta não fecha. A preparação de um saltador olímpico leva, em média, sete anos e, no país, há poucos praticantes e técnicos na modalidade. Pensando em suprir essa deficiência, será aberto o Centro de Excelência em Saltos Ornamentais da UnB, onde treinarão quatro atletas para 2016 – Hugo Parisi é o primeiro nome confirmado – além de 20 crianças na categoria de base, que serão selecionadas neste sábado (22), já pensando nas novas gerações.

Parisi, que mora em Brasília, participou das três últimas olimpíadas – Londres (2012), Pequim (2008) e Atenas (2004) – e continua na busca por medalhas. “O esporte de alto desempenho na universidade é vantajoso para o atleta e para os pesquisadores”, afirma Parisi.

Os onze profissionais que farão parte da equipe de apoio estão em processo de contratação. Entre eles, um professor de balé, um fisioterapeuta, um psicólogo, preparadores físicos e treinadores. “Estamos aguardando a chegada dos últimos equipamentos, mas mesmo sem todos eles os treinos começam no dia 31 de março”, garante Ricardo Moreira, coordenador do Centro e técnico da seleção brasileira de saltos ornamentais. A iniciativa é inédita no Brasil.

O investimento do governo federal chega a quase R$ 800 mil somente neste ano. Além de gastos com a contratação da equipe técnica, o dinheiro está sendo usado na compra de equipamentos, como sistema de filmagem, trampolim e cama elástica. Tudo para fortalecer o esporte.

NOVA GERAÇÃO
Para formar atletas de alto rendimento, o Centro de Excelência em Saltos Ornamentais selecionará 20 crianças a partir de sete anos de idade. “Qualquer criança pode participar da seleção e ex-atletas da ginástica artística são bem-vindos”, diz Moreira. A ideia é treinar pessoas que tenham as características necessárias para a prática do esporte sob a supervisão de alguns dos melhores técnicos do país, com equipamentos de última geração.

A seleção será feita em duas etapas. A primeira fase acontece no sábado (22) pela manhã, quando serão realizados testes físicos de impulsão, velocidade, flexibilidade, entre outros. Também será avaliado se a criança sabe nadar. A segunda fase, marcada para o dia 7 de março, envolve avaliações no trampolim e na plataforma, bem como dinâmicas psicológicas.

“Não existe um tipo físico ideal, mas um conjunto de fatores compõe um saltador de alto nível, como força nas pernas e abdômen, disciplina, coragem e persistência”, explica Moreira.

SERVIÇO
A primeira fase da seleção acontece sábado, dia 22, das 9h ao meio-dia no próprio Centro de Excelência que fica no parque aquático da UnB, localizado no Centro Olímpico (CO), campus Darcy Ribeiro, Asa Norte.

Para participar, não é preciso pagar taxa de inscrição. As aulas serão gratuitas e haverá treinos no período da manhã e tarde, de segunda a sábado, dependendo do nível dos atletas.

Não esquecer de levar traje de banho no dia dos testes.

Outras informações podem ser obtidas pelo e-mail excelencia@saltosbrasil.com
Tags:

publicidade

publicidade