SIGA O
Correio Braziliense

Aluna do CMB vai fazer curso de verão em Yale

Para embarcar, ela precisa de ajuda com os custos da viagem

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 04/04/2014 10:31 / atualizado em 04/04/2014 14:53

Ana Paula Lisboa

Arquivo pessoal
A tradição do Colégio Militar de Brasília (CMB) de enviar alunos para estudar no exterior ganha mais uma adepta com Nathalya do Nascimento Leite, 17 anos. A aluna da 3ª série do ensino médio foi selecionada para um curso de verão na norte-americana Universidade Yale, em Connecticut. O programa Yale Young Global Scholars tem duração de duas semanas e é destinado a alunos de ensino médio talentosos de todo o mundo. "Estou muito animada com essa oportunidade", diz. Nathalya competiu com pessoas de mais de 100 países e foi selecionada para a sessão Science, Policy and Innovation, na qual estudará questões de ciência, política, inovação, saúde, meio ambiente, energia, oratória e liderança inovadora com um enfoque internacional.

Para conquistar uma das 200 vagas do processo seletivo para o curso na 3ª melhor universidade dos Estados Unidos, Nathalya precisou apresentar duas cartas de recomendação de professores, duas redações, o história escolar e informações sobre atividades extracurriculares. As cartas de recomendação foram escritas por uma professora de português do CMB e por uma professora da Universidade de Brasília (UnB), onde Nathalya faz iniciação científica em engenharia mecânica. A lista de atividades da estudante é extensa: no colégio, ela integra o clube de filosofia, a banda de música e o projeto Mais Temática, de matemática avançada; fora dali, atua como professora voluntária no Centro de Ensino Especial a Deficientes Visuais (612 Sul) e colabora com o Projeto PÉS? de teatro e dança para pessoas com deficiência, da UnB.

A jovem pretende cursar engenharia mecânica dos Estados Unidos e acredita que o curso de verão vai fazer diferença. "Já passei para engenharia mecânica na Universidade de Brasília no meio da 2ª série do ensino médio, mas eu quero estudar em Yale, ou em outra universidade norte-americana, como Harvard, Duke ou Brown. A participação neste curso de verão pode ser decisiva para minha aceitação em alguma universidade. Com certeza, vai contar pontos para o meu histórico", acredita. As experiências internacionais de outros alunos do Colégio Militar de Brasília foram um incentivo para Nathalya. "Foi por causa deles que eu descobri essas oportunidades". De olho no futuro, ela se prepara para fazer, em maio, o SAT (Scholastic Assessment Test), prova para admissão na maioria das universidades estadunidenses.

Pedido de ajuda
Para poder participar do curso de verão, entre 16/6 e 29/6, porém, Nathalya precisa de patrocínio. A Universidade Yale concedeu uma bolsa que cobre metade dos custos dela no exterior, mas não é suficiente. "Eu estou procurando patrocinadores porque é um valor alto para a minha família pagar", conta. Se alguém tiver interesse em ajudar a Nathalya a custear a viagem para os Estados Unidos, entre em contato pelo telefone (61) 8110-7355 ou envie um e-mail para nathyn96@hotmail.com.
Tags: