SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Câmara Mirim abre inscrições com novo formato de seleção das escolas

Os professores autores dos seis melhores projetos pedagógicos apresentados terão a oportunidade de indicar até duas turmas de 5º a 9º ano do ensino fundamental para participar do programa

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 04/04/2014 17:09

Agência Câmara

Estão abertas as inscrições para a 9ª edição do Câmara Mirim, programa da Câmara dos Deputados que oferece aos estudantes do 5º ao 9º ano do ensino fundamental a oportunidade de ser deputado por um dia. Esta edição traz uma novidade em relação à seleção das escolas participantes: em lugar do sorteio realizado em anos anteriores, haverá um concurso nacional de projetos pedagógicos voltado para os professores. Os autores das seis melhores propostas terão a oportunidade de indicar até duas turmas de 5º a 9º ano do ensino fundamental, com no máximo 40 alunos cada.

Promovido pelo Plenarinho - portal infantil da Câmara -, o Câmara Mirim simula uma sessão ordinária do Plenário, na qual os estudantes apresentam, debatem e votam três projetos de lei previamente selecionados. Além dos professores, que têm até o dia 22 de abril para enviar o seu projeto pedagógico, alunos de 5º a 9º ano também já podem se inscrever no programa, individualmente, por meio da apresentação de um projeto de lei. Os três melhores projetos serão defendidos pelos seus autores no Plenário. As inscrições para os alunos seguem até o dia 29 de agosto (envio pelos Correios) e 5 de setembro (envio pela internet).

Missão Pedagógica no Parlamento

Os professores selecionados no concurso de projetos pedagógicos do Câmara Mirim garantem vaga também no programa Missão Pedagógica no Parlamento, uma capacitação em educação para democracia exclusiva para professores dos ensinos fundamental e médio, conduzida pela Câmara. A participação nesse programa é condição para levar os alunos à sessão do Câmara Mirim, que acontece no dia 30 de outubro.

Passo a passo

O professor interessado deverá apresentar - até 22 de abril - um projeto pedagógico de experiência educativa direcionada a alunos do 5º ao 9º ano, utilizando o Câmara Mirim como referência.

No dia 13 de maio, serão divulgados os nomes dos seis professores selecionados com as melhores propostas. Os demais serão classificados em uma lista e chamados caso haja impossibilidade de alguns dos seis primeiros participarem do restante do processo.

Os selecionados deverão se inscrever no curso online "Educação para a Democracia", fase preparatória do programa Missão Pedagógica no Parlamento e que acontecerá de 9 de junho a 18 de julho, com carga horária de 30 horas.

O candidato do Câmara Mirim será considerado aprovado se obtiver pontuação igual ou superior a 50% do total exigido. O não cumprimento da pontuação mínima exigida implicará a perda da vaga para participação no Missão Pedagógica no Parlamento e, consequentemente, no Câmara Mirim.

Após a aprovação no curso preparatório, os professores virão a Brasília, com todas as despesas pagas pela Câmara, para participar do módulo presencial do Missão Pedagógica no Parlamento, que acontecerá de 31 de agosto a 6 de setembro. Essa etapa consiste em aulas dialogadas, palestras, visitas e oficinas pedagógicas e temáticas, privilegiando a integração entre a teoria e a prática.

De 15 de setembro a 21 de novembro, os participantes terão a oportunidade de aperfeiçoar seus projetos pedagógicos, com apoio tutorial online. Quem cumprir todos os passos receberá o certificado de conclusão do Programa Missão Pedagógica.

Despesas

Com exceção dos autores dos três projetos de lei selecionados, a Câmara não se responsabiliza pelas despesas de hospedagem, alimentação e transporte dos participantes da sessão do Câmara Mirim, no dia 30 de outubro. Fica a cargo de cada escola mobilizar recursos próprios ou de seu município para trazer as crianças para a sessão.

Confira aqui histórias de professores e alunos que não mediram esforços para participar do programa.
Tags:

publicidade

publicidade