SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Nomes para o Parlamento Juvenil devem ser indicados até 15 de maio

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 08/04/2014 17:58

Jovens entre 14 e 17 anos de idade, matriculados no primeiro ou no segundo ano do ensino médio regular público, podem se tornar representantes brasileiros no Parlamento Juvenil do Mercosul para o período 2014-2016. Secretarias de Educação dos estados e do Distrito Federal têm até 15 de maio para enviar à Secretaria de Educação Básica (SEB) do Ministério da Educação os nomes de três estudantes matriculados em escolas públicas.

O MEC promoverá em Vitória, Espírito Santo, de 4 a 7 de junho, o encontro nacional dos selecionados na etapa estadual. Eles elegerão para o Parlamento Juvenil um representante de cada unidade federativa. Caberão ao MEC as despesas referentes a traslado, passagens aéreas, hospedagem e alimentação dos estudantes.

A etapa de seleção das secretarias deve ser organizada em encontros de quatro horas de duração. Para a garantia da diversidade e da igualdade, deve ser indicado um representante do sexo masculino, uma do feminino e um de estudantes negros, indígenas, moradores de comunidades populares, das áreas rurais ou com deficiência.

Esta é a terceira seleção para o Parlamento Juvenil do Mercosul, formado por estudantes dos países que integram o bloco — Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela. Os representantes vão discutir a formação política e cidadã da juventude a partir do questionamento O Ensino Médio que Queremos, com reflexão e discussão sobre inclusão educativa, gênero, jovens e trabalho, participação cidadã dos jovens e direitos humanos.

 

FONTE:ASCON MEC

Tags:

publicidade

publicidade