SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Editora da Câmara lança livro sobre sustentabilidade na Bienal

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 15/04/2014 16:56 / atualizado em 15/04/2014 17:28

Agência Câmara

Luis Macedo / Câmara dos Deputados
A editora oficial da Câmara dos Deputados (Edições Câmara) lançou nesta ultima segunda-feira (14), na 2ª Bienal Brasil do Livro e da Leitura, em Brasília, o livro "Qualidade e Sustentabilidade do Ambiente Construído".

A publicação reúne artigos sobre a qualidade de vida nas cidades. Os autores são servidores da Câmara: o arquiteto Fabiano Sobreira e as consultoras legislativas Roseli Senna e Suely Guimarães.

Fabiano Sobreira cita entre os temas abordados na publicação a habitação. "Nós temos artigos que falam sobre nossos programas de habitação - o que é preciso entender hoje como qualidade para se fazer habitação popular. A qualidade da habitação popular, por exemplo, não está apenas na unidade onde você mora - na casa de 30, 40, 50 metros quadrados -, mas em como você faz para chegar nessa casa ou ir ao trabalho. Então, [envolve] o transporte, as áreas verdes em volta."

Obras em braile
Também nesta segunda-feira foram entregues, simbolicamente, obras em braile publicadas na Câmara e no Senado Federal a representantes de instituições que atendem a deficientes visuais. As duas casas legislativas têm um estande conjunto na bienal.

Entre os títulos para as pessoas com deficiência visual estão "Como se fazem as leis", "Navio Negreiro", "Convenção sobre os direitos das pessoas com deficiência", e a Lei de Diretrizes e Bases da Educação.

Na solenidade de entrega das publicações, Charles Jatobá representou a Biblioteca Dorina Nowill, localizada em Taguatinga, uma das cidades do Distrito Federal. Jatobá, que é cego, organiza o conteúdo em braile da biblioteca. "Essas publicações representam a certeza de uma inclusão de direito e de fato, porque somente através da leitura, do conhecimento, é que o deficiente se liberta das prisões - ou seja, do analfabetismo, da falta de acessibilidade no que tange ao direito. E a Câmara e o Senado fazem isso com maestria, quando colocam em primeiro lugar a inclusão de verdade [das pessoas com deficiência].

A 2ª Bienal Brasil do Livro e da Literatura está instalada na Esplanada dos Ministérios e ficará aberta ao público até o dia 21 de abril.

O estande da Câmara dos Deputados conta com aproximadamente 70 publicações expostas, que vão de leis - como a Lei Geral da Copa (12.663/12) e a Lei Maria da Penha (11.340/06) -, a clássicos da literatura brasileira - como Iracema, de Machado de Assis -, passando pela série Perfil Parlamentar, com livros sobre as vidas de ex-deputados, como Getúlio Vargas e Ulysses Guimarães.

Os preços no estande variam entre R$ 5 e R$ 20, mas também há distribuição gratuita de publicações a professores e estudantes, como os livros de literatura da série Prazer de Ler, e de DVDs com documentários e programas da TV Câmara.

 

confira programação

Tags:

publicidade

publicidade