SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Encontro do Esporte Paralímpico movimenta Centros Olímpicos até 16 de maio

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/05/2014 18:14

Camila de Magalhães/SEspDF/FAC.
Desafio, superação e integração. Para que se possa vivenciar esses conceitos, o projeto Esporte e Cidadania promoverá o Encontro do Esporte Paralímpico 2014 nos Centros Olímpicos de Ceilândia (Parque da Vaquejada), Riacho Fundo I, Samambaia e São Sebastião. De 6 a 16 de maio, alunos com e sem deficiência serão convidados a se juntar para praticar modalidades adaptadas e atividades que visam sensibilizar para as diferenças e estimular uma convivência respeitosa, livre de discriminações. Atletas profissionais participarão de atividades junto com os alunos. A iniciativa é uma parceria da Fundação Assis Chateaubriand (FAC) e Secretaria de Esporte do Distrito Federal.

A ideia é que crianças, jovens, adultos e idosos vivenciem as dificuldades enfrentadas por pessoas com diversos tipos de deficiência e aprendam a lidar com situações e sentimentos, desenvolvendo novas habilidades, destaca Mariana Borges, superintendente executiva da FAC. “Os alunos terão uma experiência única, de aperfeiçoamento dos sentidos, concentração, coordenação motora, respeito mútuo e espírito de coletividade”, explica.

Como funciona
Na primeira semana, a novidade é o curso de criatividade e modelagem em argila, ministrado por pessoas com deficiência visual. Os participantes terão uma experiência tátil, com os olhos vendados, para depois produzirem suas peças. E terão a oportunidade de contemplar esculturas produzidas por artistas que têm a visão prejudicada. Paralelamente, vão conhecer equipamentos utilizados por cegos para escrita, leitura e locomoção, além de aprenderem noções de como guiar uma pessoa com deficiência visual em situações do dia a dia, como passar por uma porta, sentar-se em uma cadeira, subir e descer escadas.

Na segunda semana, haverá oficinas de experimentação de basquete em cadeira de rodas, bocha adaptada, parabadminton e vôlei sentado. A programação inclui ainda gincana e corrida de orientação. Cada grupo deve contar com ao menos um integrante com deficiência ou simulando alguma deficiência. As equipes deverão cumprir trajetos nos Centros Olímpicos, organizando-se da melhor forma para que todo o grupo possa concluir a atividade.

Encerramento
No dia 16 de maio, o encerramento do Encontro será no Centro Olímpico de Samambaia, com um jogo de perguntas e respostas para testar os conhecimentos da garotada sobre esportes paralímpicos. As equipes vencedoras serão premiadas com troféus. O governo do Distrito Federal estará presente para a entrega de certificados aos primeiros beneficiados pelo Programa Bolsa Paratleta Paralímpica, instituído após lei distrital sancionada em dezembro de 2013.

Programação do Encontro do Esporte Paralímpico 2014
6/5 (terça-feira): Curso de criatividade e modelagem em argila no CO Samambaia
7/5 (quarta-feira): Curso de criatividade e modelagem em argila no CO Ceilândia
8/5 (quinta-feira): Curso de criatividade e modelagem em argila no CO Riacho Fundo I
9/5 (sexta-feira): Curso de criatividade e modelagem em argila no CO São Sebastião
13/5 (terça-feira): Experimentação de modalidades esportivas adaptadas nos quatro COs
14/5 (quarta-feira): Gincana nos quatro COs
15/5 (quinta-feira): Corrida de orientação nos quatro COs
16/5 (sexta-feira): Encerramento do evento no Centro Olímpico de Samambaia

Quem pode participar: somente alunos dessas unidades esportivas
Informações: www.facbrasil.org.br e www.facebook.com/esportecidadaniadf
Tags:

publicidade

publicidade