SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Alunos e professores da rede pública recebem certificação de inglês

A Universidade de Cambridge participa de projetos de comprovação de conhecimento do idioma em Minas Gerais, Amazonas e São Paulo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 21/05/2014 18:16

A Universidade de Cambridge, por meio do departamento de avaliação da língua inglesa Cambridge English Language Assessment, tem estabelecido parcerias para certificar estudantes da rede pública brasileira de ensino em inglês. A instituição emitirá comprovantes de conhecimento do idioma para os alunos por meio dos projetos PlugMinas e Amazonas Bilíngue. Além disso, um centro autorizado da universidade possui parceria com o Centro Paula Souza do Governo do Estado de São Paulo para capacitação e certificação de professores das Escolas Técnicas Estaduais (ETECs).

Em Minas Gerais, a parceria envolve o Centro de Formação e Experimentação Digital PlugMinas, a Secretaria de Estado Extraordinária da Copa do Mundo do Governo do Estado de Minas Gerais e a instituição de ensino Cultura Inglesa. Neste projeto, desde o ano passado, o departamento da Universidade de Cambridge aplica exames de certificação em língua inglesa aos participantes de curso oferecido pela Cultura Inglesa para a capacitação de jovens do PlugMinas. Os beneficados são estudantes que participam do projeto de 14 a 24 anos e alunos ou ex-alunos de escolas da rede pública do estado.

Já no Amazonas, desde abril do ano passado, o projeto Amazonas Bilíngue oferece ensino de inglês para estudantes do 1º ano do ensino médio de escolas da rede pública. Os alunos têm aulas aos sábados, com material didático e um curso on-line incluídos. O programa tem duração de dois anos e, ao final dele, os 400 melhores alunos serão inscritos no exame de proficiência da Universidade de Cambridge. As 40 pessoas com melhores resultados neste exame terão oportunidade de participar de um intercâmbio de duas semanas no Canadá. A seleção dos estudantes é feita de acordo com a somatória das notas do aluno no ano anterior em Português e Matemática. Na última inscrição, em março deste ano, 1.140 alunos foram escolhidos para receber o curso.

Em São Paulo, o centro autorizado da universidade oferece cursos de língua inglesa para docentes das escolas técnicas estaduais. A parceria firmada em julho de 2013, por meio do programa Brasil Profissionalizado, atendeu até o momento 50 profissionais. Um novo treinamento está programado para julho deste ano. A seleção dos professores beneficiados com o curso é feita internamente, pelas próprias escolas técnicas.
Tags:

publicidade

publicidade