SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Novos cursos de ensino a distância do ILB atingem a marca de 100 mil alunos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 30/07/2014 11:44 / atualizado em 30/07/2014 11:45

Agência Senado

No primeiro semestre de 2014, os novos cursos de educação a distância (EAD) oferecidos pelo Instituto Legislativo Brasileiro (ILB) alcançaram 100 mil matrículas. O número representa aproximadamente o dobro do total atingido em igual período nos últimos cinco anos.

- As pessoas estão gostando do conteúdo dos cursos e da dinâmica que foi adotada, com vários recursos de interação - avalia a coordenadora de Educação a Distância, Simone Dourado.

Nos últimos dias, o ILB chegou a superar o patamar de mil matrículas diárias.

De acordo com Simone Dourado, a procura pelo ensino a distancia vem crescendo muito porque hoje ele tem o mesmo peso de um diploma presencial e apresenta grandes vantagens, como a possibilidade de o aluno estudar na hora mais conveniente e gravar as aulas, o que lhe permite rever conteúdos pedagógicos sempre que precisar.

No total, são 21 cursos sem tutoria, abertos à população, e 11 com tutoria, exclusivos para servidores do Poder Legislativo, incluindo a Câmara dos Deputados, os tribunais de contas (estaduais, municipais e da União), assembleias legislativas, câmaras municipais e escolas do Legislativo.

A oferta de cursos é ampla e engloba diferentes áreas de interesse, como administração legislativa, orçamentos públicos, processo legislativo, ouvidoria, informática, aspectos constitucionais e licitações e contratos, entre outras.

O curso de Introdução ao Direito Constitucional é o que tem mais alunos: foram 13.801 matriculados de fevereiro até agora. O segundo mais procurado é Ética na Administração Pública, com 11.247 alunos. Ambos foram desenvolvidos por servidores do Senado e têm duração de até 60 dias. Após estudar todos os módulos, o estudante se submete a uma avaliação eletrônica de perguntas aleatoriamente escolhidas e a correção é feita pelo sistema.

Em breve, será iniciado um trabalho para conhecer o perfil desses usuários e seus objetivos acadêmicos e profissionais. Além disso, o ILB pretende solucionar causas de evasão de alunos, naturalmente mais alta nos cursos a distância. No caso do ILB, o percentual de alunos que abandonam os cursos antes da sua conclusão gira em torno de 20%.

Plataforma

Os cursos são realizados por meio da plataforma de ensino do tipo moodle, conhecida como Plataforma Saberes, que passou a ser usada no início deste ano em substituição à plataforma Trilhas. Para a coordenadora dos cursos sem tutoria, Ana Alba Mafra, o uso da plataforma acadêmica mais conhecida mundialmente, associado à campanha de divulgação dos cursos pela rede social Facebook, foram fundamentais para multiplicar o número de matriculados.

- Estamos diante de um recorde, e a meta agora é ir além, atingindo 1 milhão de alunos – prevê.

Nos cursos sem tutoria, o aluno recebe material didático especialmente desenhado para os diferentes estilos de aprendizagem e auto-instrução, coerentes com a realidade legislativa brasileira. Nos cursos com tutoria, o aluno é acompanhado e orientado por um especialista, apoiado por uma equipe de profissionais preparada para lidar com as particularidades da EAD.

Além da criteriosa seleção da equipe de professores para os cursos com tutoria e da avaliação cuidadosa do material colocado à disposição dos alunos, o ILB também está aberto a parcerias que contribuam para a atualidade dos cursos, como as que mantêm com a Universidade Federal de Minas Gerais e a Anatel.

Tags:

publicidade

publicidade