SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Concurso premia os melhores vídeos sobre comércio de produtos piratas

Quatrocentos alunos dos CILs do Distrito Federal concorrem na competição

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/08/2014 14:40

Na quarta-feira (6), 400 alunos dos Centros Interescolares de Língua (CIL) do Distrito Federal estarão no Cine Brasília para receber prêmios por vídeos que produziram sobre comércio de produtos piratas. O grupo vencedor do concurso Vídeo Legal, promovido pela Amcham (Câmara Americana de Comércio), pelo Consulado dos Estados Unidos em São Paulo e pelo Escritório de Marcas e Patentes dos EUA (USPTO), visitará o centro de tecnologia da Microsoft, em São Paulo. Neste ano, estudantes de escolas públicas de Brasília e de São Paulo concorreram ao prêmio. A pirataria causa danos aos mercados no mundo todo. Levantamento do Fórum Nacional de Combate à Pirataria (FNCP) com 13 associados diz que óculos e cigarros estão entre os produtos mais pirateados, além de softwares, perfumes e videogames. Em 2012, o mercado ilegal movimentou mais de R$ 24 bilhões, segundo o estudo. Dados da nternational Federation of Pharmaceutical Manufacturers & Associations (IFPMA) no Guia Interfarma (Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa) 2014 indicam que 15% dos medicamentos em circulação em todo o mundo podem ser falsos.
Tags:

publicidade

publicidade