SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Professores têm até sexta-feira para enviar redações à olimpíada

Melhores textos concorrem à Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro.

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/08/2014 16:08 / atualizado em 11/08/2014 17:07

Até sexta-feira (15/8), professores da rede pública de ensino podem enviar textos selecionados para concorrer à Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro. Realizada pelo Ministério da Educação (MEC) e pela Fundação Itaú Social, a disputa ocorre de dois em dois anos com o objetivo de incentivar o ensino da literatura. Para isso, os professores inscritos no início do ano recebem material didático gratuito e on-line para desenvolver com os alunos oficinas de leitura e produção de textos.

Nas oficinas, estudantes do 5º ao 9º ano do ensino fundamental e do 1º ao 3º ano do ensino médio produzem textos a partir do tema: “O lugar onde vivo”. Do 5º ao 6º ano, as crianças participam no gênero poema. Nos dois anos seguintes, os alunos desenvolvem textos de memórias literárias. Do 9º ano do ensino fundamental ao 1º ano do ensino médio, o gênero é a crônica. Nos dois últimos anos do ensino médio, os estudantes escrevem artigos de opinião.

Envio de textos
Os professores participantes devem escolher um texto para concorrer em cada gênero literário e submeter à comissão julgadora escolar até sexta-feira (15/8), por meio da seção de mesmo nome do portal da olimpíada. Em caso de dúvidas sobre o processo de submissão, os professores podem assistir a um tutorial.

Premiação
Depois da seleção interna das escolas, os textos passam por mais quatro etapas seletivas: municipal, estadual, regional (semi-final) e nacional (final). Durante a olimpíada, são premiados alunos, pela qualidade das redações, e professores, pelo sucesso no trabalho pedagógico. A comissão julgadora estadual seleciona 500 textos e premia os participantes com medalhas de bronze, livros e oficinas de formação em quatro capitais brasileiras.

A partir destas oficinas, são escolhidos 152 finalistas, premiados com medalhas de prata e tablets. As escolas onde estudam recebem uma placa de homenagem. Na etapa final, que ocorre em Brasília em dezembro, são escolhidos 20 vencedores nacionais, cinco de cada gênero. Eles serão premiados com medalhas de ouro, notebooks e impressoras. As escolas ganhadoras recebem um laboratório de informática, equipado com 10 computadores e uma impressora, além de projetor, telão e livros.

Mais informações pelo telefone 0800 771 9310 ou pelo site.

 

Tags:

publicidade

publicidade