SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Mais da metade dos alunos de 4º ano têm desempenho fraco em matemática

Em ciências, apenas 1,46% dos estudantes de 7º ano alcançaram resultados muito bons. Estudo da Unesco avaliou 134 mil em 3,2 mil escolas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 04/12/2014 20:13 / atualizado em 04/12/2014 20:34

O 3º Estudo Regional Comparativo e Explicativo (Terce), divulgado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) nesta quinta-feira (4/12), revela que, no Brasil, o desempenho de mais de 60% dos alunos do 4º ano do ensino fundamental varia entre muito ruim e regular em matemática e leitura. No 7º ano, o desempenho de cerca de 51% dos estudantes ficou entre bom e muito bom em matemática; em leitura, cerca de 66% ficaram entre bom e muito bom em leitura.

Em ciências, 84% dos estudantes do 7º ano têm notas de muito ruins a regulares. No geral, somente 15,66% dos jovens conseguiram conceitos bom e muito bom nesta disciplina.

A pesquisa foi feita entre 134 mil alunos de 4º e 7º anos em mais de 3,2 mil escolas brasileiras. Outros 14 países da América Latina foram avaliados (Argentina, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, Uruguai). Os alunos do 4º ano responderam a testes de matemática e leitura, então os jovens do 7º ano passaram por provas de leitura, matemática e ciências.

Avanços
Em comparação com a última edição do estudo, realizada em 2006, o Brasil teve avanços em matemática. No 4º ano, a pontuação média em matemática passou de 505,03 para 539,54. No 7º ano, a pontuação subiu de 499,42 para 519,63. Em relação à leitura, os alunos do 4° ano obtiveram aumento de rendimento de 15,76 pontos entre 2006 e 2013. O rendimento dos estudantes do 7° ano em leitura ficou estagnado, com crescimento dei 3,61 pontos.
Tags:

publicidade

publicidade