SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Aulas da rede pública são adiadas para 23 de fevereiro

As aulas começariam em 9 de fevereiro, mas o GDF anunciou nova data.

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/01/2015 19:31 / atualizado em 07/01/2015 19:12

Em reunião na tarde desta quarta-feira (7), no Palácio do Buriti, entre o secretário de Educação, Júlio Gregório, o secretário de Relações Institucionais e Sociais, Marcos Dantos, e representantes do Sindicato dos Professores do Distrito Federal (Sinpro-DF) decidiram adiar o início das aulas nas escolas públicas. Segundo a Secretaria de Educação, a mudança não se deve à crise financeira do Governo do Distrito Federal (GDF) e nem ao atraso nos pagamentos dos professores, mas sim à necessidade de reforma nos colégios.

As aulas que começariam em 9 de fevereiro, agora serão iniciadas em 23 de fevereiro. Até lá, o govero deve adquirir móveis e fazer reparos nas instalações físicas usando recursos do Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (PDAF). A quantia liberada é de cerca de R$ 10 milhões.

Apesar de ter debatido a possibilidade de adiar o início das aulas em reuniões e manifestações, o Sinpro não aprova a decisão do GDF, porque teria sido "unilateral", sem consulta prévia ou amplos debates sobre o assunto. Com a mudança, os professores retornam ao trabalho em 19 de fevereiro. No antigo calendário, eles iniciariam as atividades em 4 de fevereiro.

Alteração no calendário
Com a mudança da data de início, as férias do meio do ano devem ser reduzidas de três para duas semanas.

publicidade

publicidade