SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Inscrições abertas para Mostra Brasileira de Foguetes

Organizada pela Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica, evento é destinado a alunos de ensino fundamental e médio

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 02/03/2015 15:54

Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) está com inscrições abertas para a 8ª Mostra Brasileira de Foguetes. O evento avalia a capacidade dos estudantes de ensino fundamental e médio de construir e lançar, o mais longe possível, foguetes feitos de garrafa pet, de tubo de papel ou de canudo de refrigerante. Em 2013, a mostra contou com quase 53 mil alunos. Para essa edição, são esperados 60 mil.

Escolas públicas e particulares de todo o país podem participar. O evento ocorre dentro da própria escola e possui quatro níveis. Não há obrigatoriedade em relação ao número (mínimo ou máximo) de alunos por grupo. As inscrições para as instituições que ainda não participaram vão até 16 de março. Para participar, é preciso se cadastrar primeiramente no site da OBA. Os estudantes do ensino médio que conseguirem os melhores lançamentos serão convidados para jornadas científicas.

Requisitos
Os foguetes devem ser elaborados e lançados individualmente ou em equipe. Após 16 de maio (data da prova da OBA), a escola deverá informar os nomes dos participantes e os alcances obtidos por seus foguetes. No final, todos, incluindo professores e diretores, recebem um certificado e os estudantes que alcançarem os melhores resultados receberão medalhas.
Os alunos do nível 1 (do 1º ao 3º anos do ensino fundamental) lançam foguetes construídos com canudinhos de refrigerantes. Os do nível 2 (do 4º ao 5º anos do EF) elaboram foguetes com tubinhos de papel. Já os alunos do nível 3 (do 6º ao 9º anos) constroem foguetes com garrafas PET, mas usam somente ar comprimido para lançá-los.

Os alunos do ensino médio também fazem foguetes de garrafa PET, mas com um elemento mais complexo, o combustível líquido. Durante o trabalho, os participantes aprendem, na prática, a famosa lei da física da ação e reação, de Isaac Newton. Para tanto, será usado um combustível feito a partir da mistura de vinagre com bicarbonato de sódio (fermento em pó). Além de desenvolverem os foguetes, os estudantes terão que construir a base de lançamento.

No site da OBA, no tópico “downloads”, encontram-se todos os detalhes para a construção dos projetos, além de vídeos explicativos. Os resultados serão obtidos a partir das distâncias medidas ao longo da horizontal entre a base de lançamento e o local de chegada dos foguetes. Os resultados deverão ser enviados junto à prova da OBA. Os alunos do ensino médio que obtiverem mais de 100 metros no alcance devem enviar uma descrição sobre a construção do foguete e da base, incluindo fotos e filmes, se possível.

Os estudantes do ensino médio que se destacarem na mostra serão convidados para a Jornada de Foguetes, que, este ano, terá a participação especial de estudantes colombianos medalhistas. Além de palestras com especialistas, nesse evento, os participantes vão apresentar e lançar seus foguetes diante de uma comissão julgadora. Os vencedores receberão material didático e um troféu. Ainda serão distribuídas bolsas de Iniciação Científica Júnior com duração de um ano.

A Mostra Brasileira de Foguetes conta com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTi), do Ministério da Educação (MEC) e da Coordenadoria de Pessoal do Ensino Superior (Capes).

publicidade

publicidade