SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Escolas que homenageavam políticos da ditatura têm nomes alterados

Dez escolas do Maranhão passam a ter nomes de personalidades que ajudaram no desenvolvimento da educação no país

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 01/04/2015 12:23 / atualizado em 01/04/2015 19:31

O governo do estado do Maranhão decidiu mudar os nomes de todas as escolas que homenageavam pessoas apontadas como responsáveis por crimes de tortura durante o regime ditatorial no Brasil pelo Relatório Final da Comissão da Verdade. A iniciativa foi homologada na última terça-feira (31), dia que o golpe militar brasileiro, ocorrido em 1964, completou 51 anos. Os novos nomes foram escolhidos pela comunidade escolar das instituições afetadas.


Entre os nove municípios maranhenses, a Secretaria de Estado de Educação identificou 10 escolas com nomes de ex-presidentes do Brasil que governaram durante o regime militar. Os nomes foram substituídos por outros de personalidades que contribuíram com a educação nos municípios, estado ou país e que tenham boa reputação conforme a Lei da Ficha Limpa.

 

Confira as instituições que mudaram de nome:

 


O processo de escolha


Para fazer as alterações foi montada uma Comissão de Mudança dos Nomes composta por representantes do Conselho Estadual de Educação(CEE), da Supervisão de Inspeção Escolar (SIE), da Supervisão de Gestão Escolar (SUAGE), Superintendência de Educação Básica (SUEB) e da Superintendência de Assunto Jurídicos (SUPEJUR).


A comissão levou lista com três nomes para cada escola. Com as sugestões, alunos, professores e servidores votaram naqueles que representavam melhor a instituição.

publicidade

publicidade