SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Comunidade organiza protesto pela reabertura da Biblioteca Demonstrativa

Com obras inconclusas e sem previsão de reabertura, manifestação questionará o Ministério da Cultura em 6 de maio

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 27/04/2015 14:46

Ed Alves/CB/D.A Press
A Biblioteca Demonstrativa de Brasília (BDB) está fechada desde maio de 2014 por problemas estruturais. A interdição do espaço afeta a rotina dos cerca de 1,5 mil usuários diários, que estudam para ingressar numa universidade, no setor público ou buscam conhecimento e informação. Por isso, a Sociedade dos Amigos da Biblioteca Demonstrativa de Brasília (SABD) - entidade parceira de organizações e membros da comunidade local e cultural da cidade - enviou ofício ao Ministério da Cultura (MinC), responsável pela BDB, cobrando a reabertura da Biblioteca localiza na 506/507 Sul.

"Estamos aguardando a resposta do ministério. Questionamos o não cumprimento do prazo de 180 dias para a conclusão da reforma contratada, que ia até o fim de janeiro. O serviço ficou pela metade, a parte elétrica, que corria risco de gerar incêndios e tem projeto de reparo desde 2010, não foi ajustada", reclama Mauro MAndelli, presidente da SABD. "A falta de providências do MinC e do Ministério Público, que nos deixa sem informações e sem previsão de reabertura, nos levou a marcar um protesto para 6 de maio, quando o fechamento completa um ano."

O Movimento Reabre Biblioteca Demonstrativa tem mais de 500 apoiadores no Facebook e está convocando interessados a paraticipar do ato de 6 de maio, às 10h, em frente à BDB, pleiteando a disponibilização do local ao público e cobrando posicionamento do Ministério da Cultura. O arquiteto Tancredo Maia Filho, 68 anos, mora na Asa Sul e garante participação na manifestação. "O protesto demosntra a indignação da população com a situação de descuido do governo federal com a biblioteca pública. Com certeza, estarei lá, estou mobilizando a vizinhaça", conta.

Frequentador do local há 35 anos, ele conhece bem os impactos causados pela suspensão do funcionamento. "A BDB é a biblioteca pública mais importante do DF, tem horário estendido e oferece diversas atividades. Eu, meu filho e minha neta a utilizamos até hoje. O fechamento afeta a minha vida e a de centenas de pessoas. Trata-se de um símbolo da cultura em Brasília e é referência na formação de leitores e cidadãos", considera Tancredo.

A comunidade pode ter mais informações sobre a iniciativa na página Movimento Reabre Biblioteca Demonstrativa no Facebook ou pelo telefone da Sociedade dos Amigos da Biblioteca Demonstrativa: (61) 3273-0906.

Carlos Vieira/CB/D.A Press

publicidade

publicidade