SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

41% dos estudantes do ensino público acessam a internet pela rede da escola

Principal acesso continua sendo feito em domicilio (77%)

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 21/09/2015 20:51 / atualizado em 21/09/2015 21:15

Promovida pelo Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação (Cetic.br), a pesquisa TIC Educação aponta que 87% dos alunos de escolas públicas urbanas são usuários de internet, e 79% acessam a rede por meio de telefones celulares. No entanto, 41% dos estudantes da rede pública têm acesso à internet na escola, enquanto o domicílio é o principal lugar de acesso para 77%.

A TIC Educação mostra que 93% das escolas em áreas urbanas estão conectadas à rede. A diferença entre redes públicas e privadas não é grande: 93% para a primeira e 97% para a última. A proporção de computadores móveis e tablets presentes nas instituições aumentou. De 2013 para 2014, o número de computadores portáteis em escolas públicas saltou de 73% para 79%, enquanto o de tablets subiu de 11% para 29%.

“Embora a infraestrutura de tecnologia de informação e comunicação (TIC) esteja avançando nas escolas brasileiras, o uso, bem como a apropriação nas práticas pedagógicas, ainda representa um desafio para projetos educacionais e políticas públicas”, afirma o gerente do Cetic.br, Alexandre Barbosa. Para 30% dos professores, o principal local de uso das TIC é a sala de aula, durante as atividades com alunos.

A maioria dos professores de escolas públicas aprendeu sozinha a utilizar computador e internet (67%). Entre os profissionais que fizeram cursos de formação específica (57%) sobre tecnologias de informação e comunicação, 74% pagaram pelo próprio curso, enquanto 29% receberam oportunidades de capacitação de secretarias de educação ou outros órgãos do governo. Entre os professores da rede pública com formação universitária, 37% cursaram uma disciplina específica sobre uso do computador e da internet durante o ensino superior. O uso do celular para acessar a internet aumentou entre os educadores. Em 2013, 36% acessaram a rede por meio do celular, enquanto em 2014 o número é de 64%.

A pesquisa aponta que 82% dos professores de escolas públicas utilizam as TIC para produzir conteúdos de aulas. O uso da internet para publicação ou compartilhamento de conteúdos com os alunos é menor, representado por 28% dos educadores da rede pública. O número, no entanto, indica um aumento de seis pontos percentuais em relação a 2013.

Produzido desde 2010, o levantamento investiga o uso de computadores e da internet em escolas públicas e privadas, de ensinos fundamental e médio, em áreas urbanas. O levantamento divulgado nesta segunda-feira (21) analisou 930 escolas de setembro de 2014 a março de 2015 e ouviu 930 diretores, 881 coordenadores pedagógicos, 1.770 professores e 9.532 alunos. É possível conferir a pesquisa pelo site.

A pesquisa será discutida durante o 4º Seminário Web Currículo e o 12º Encontro de Pesquisadores em Currículo, que reúne 600 educadores e pesquisadores. O evento ocorre de segunda (21) a quarta-feira (23) na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

publicidade

publicidade