SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Educação básica

Base Comum é apresentada à comunidade acadêmica da UnB

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 04/12/2015 16:56

Portal MEC

O Secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, Manoel Palácios, participou nesta sexta-feira, 4, da mesa de abertura do encontro UnB na Base Nacional Comum Curricular (BNC). O objetivo do evento foi permitir que a comunidade acadêmica da Universidade de Brasília (UnB) contribua para a construção do documento que vai orientar o currículo da educação básica no país.

 

O objetivo do encontro, organizado pelo Decanato de Ensino de Graduação e pelo Decanato de Extensão da UnB, é levar a comunidade acadêmica, e não apenas as licenciaturas, a participar da elaboração coletiva que caracterizará a nova base. A BNC contempla os conteúdos fundamentais que devem ser ensinados nas quatro áreas de conhecimento (matemática; linguagens; ciências da natureza e ciências humanas). O documento servirá como base para a elaboração dos currículos das mais de 190 mil escolas de educação básica, públicas e privadas.

 

Para Manoel Palácios, as universidades são parceiras essenciais nas discussões, uma vez que, além da formar professores, são também responsáveis por realizar pesquisas na área do ensino. “A UnB está fazendo um esforço para que a área de graduação das universidades, especialmente a área que lida com as licenciaturas, com a pós-graduação, se mobilizem no sentido de participar desse debate, fazendo uma contribuição relevante”, ressaltou. Para o secretário, é importante que a Base Nacional reflita a pesquisa e o conhecimento acumulado das universidades.

 

A UnB assumiu o compromisso de produzir um relatório de todos os processos de participação. “É uma satisfação enorme, sobretudo pela proximidade, termos essa parceria estratégica com o MEC e nós não abrimos mão da nossa posição nessa discussão indispensável”, afirmou o reitor da universidade, Ivan Camargo.

 

Serão produzidos três relatórios sobre a participação da sociedade na construção da Base Nacional: o primeiro será produzido pela UnB e vai trazer quais foram as contribuições, quantas pessoas participaram e que tipo de contribuição deram; o segundo será feito a partir das contribuições apresentadas por estados, municípios e pela sociedade científica, e o terceiro será a proposta a ser encaminhada ao Conselho Nacional de Educação (CNE).

publicidade

publicidade