SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Pais fazem fila para garantir matrícula

Familiares chegaram cedo à escola pública campeã de aprovação no PAS, em Sobradinho, para efetivação do registro. Prazo termina em 4 de fevereiro

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 28/01/2016 08:36

Marcelo Ferreira/CB/D.A Press
Pais e familiares fizeram fila em frente à escola pública campeã em aprovação no Programa de Avaliação Seriada da Universidade de Brasília (PAS/UnB), o Centro de Ensino Médio 1 de Sobradinho, no início do período de efetivação de matrículas, na última terça-feira. Este ano, do total de 42.309 crianças, jovens e adultos inscritos pelo Telematrícula em todos os níveis da educação básica, 39.588 conseguiram reservar um lugar nas escolas do governo, o que equivale a 93% do total — no ano passado, 85,1% da demanda foi atendida.

A Secretaria de Educação do DF (SEDF) destaca, no entanto, que a ordem de chegada é irrelevante no período de efetivação e que todos os contemplados pelo Telematrícula já têm lugar garantido, basta confirmar a inscrição na escola até 4 de fevereiro. Já quem quem não solicitou a matrícula no ano passado deve tentar uma oportunidade a partir de 15 de fevereiro. O mesmo vale para quem conseguiu a vaga mas não efetivar o registro. O ano letivo na rede pública começa em 29 de fevereiro.

A prioridade, porém, segundo a diretora de Acompanhamento da Oferta Educacional da SEDF, Raphaella Cantarino, será para os 2.721 alunos que fizeram o cadastro pelo 156 e não foram contemplados. “Muitas vezes, os pais não vão à escola fazer a efetivação porque a escola oferecida não é a que ele desejava, então perde a vaga. Isso ocorre porque encaminhamos os alunos por CEP, mas, se a escola estiver cheia, oferecemos vaga em outra, para garantir o acesso à educação”, diz.

A orientação da secretaria é que os pais garantam a vaga mesmo se a escola não for a desejada e tentem transferência se houver remanescentes na instituição de preferência. Cada unidade de ensino deverá divulgar, após a efetivação, quantos alunos ainda poderá receber.

Exemplo

Este ano, 43% dos calouros que ingressaram UnB pelo PAS são oriundos de escolas públicas. Das 2.004 vagas, 37,5% foram destinadas às cotas para esses estudantes.Só no CEM 1 de Sobradinho foram 61 aprovados. Outros exemplos de bom desempenho no PAS foram o CEM 2 de Ceilândia (55 aprovados), o CEM Setor Leste (54), o CEM 1 do Gama (48), o CEM 9 de Ceilândia (25) e o CEM Elefante Branco (22).

A professora Clarice Neves, 41 anos, não abre mão de matricular a filha Lorena, 14, em uma instituição do governo. A menina vai cursar o 1º ano no Centro de Ensino Médio Setor Oeste (Cemso), que aprovou 56 estudantes no PAS este ano. Ela estudou as quatro últimas séries do ensino fundamental em uma escola particular de Sobradinho, onde mora com a família. Segundo Clarice, a preferência pela rede pública é algo que ela e a filha compartilham. "Na escola particular, ela era uma aluna destaque, sendo que a base dela é a rede pública, que ela sempre preferiu. Tive colegas que colocaram os filhos no Cemso e contavam de sucessos, inclusive no desenvolvimento da autonomia, valores éticos e morais", declara.

publicidade

publicidade