SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Instituições privadas de ensino aderem à campanha Zika Zero

Associação Brasileira de Mantenedoras do Ensino Superior Particular (ABMES) participou de reunião com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, onde foram determinadas ações para combater o transmissor da dengue, zika e chikungunya

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/02/2016 19:22

O Ministério da Educação (MEC) convidou toda a comunidade escolar, incluindo as instituições privadas de ensino, para unir esforços no combate ao mosquito transmissor da dengue, do zika vírus e da febre chikungunya. A Associação Brasileira de Mantenedoras do Ensino Superior Particular (ABMES) participou de solenidade no Itamaraty, em Brasília, para assinatura do Pacto da Educação Brasileira contra o Zika.

 

O evento reuniu o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, e representantes do Conselho Nacional dos Secretários de Educação, da União dos Dirigentes Municipais de Educação e de entidades de estudantes, além de universidades, instituições de educação profissional e de escolas públicas e privadas.

O pacto é um compromisso com ações coordenadas na erradicação do mosquito Aedes aegypti. Com o mote Zika Zero, a campanha deverá chegar a 40 milhões de estudantes do Ensino Básico e 7,8 milhões do Ensino Superior, segundo o ministro da Educação, Aloizio Mercadante. Durante a assinatura do pacto, o diretor da ABMES, Sólon Caldas, disse que a entidade está firme no propósito de cumprir este acordo e de fazer chegar às instituições de ensino superior a importância da adesão de todos à campanha.

publicidade

publicidade