SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Projeto Rondon será tema de palestra sobre educação

O Projeto Rondon é o tema do ciclo de palestras Educação em Debate desta quarta-feira (18). O convidado para a apresentação é o gerente do Projeto Rondon, coronel Alexander Fortes do Nascimento.

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 16/05/2016 18:42

Agência Câmara

Promovida pela Frente Parlamentar Mista da Educação, com apoio da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, a palestra é aberta ao público em geral e será transmitida ao vivo pela TV Câmara. A palestra está marcada para começar às 8 horas, no plenário 10.

O Projeto Rondon é uma ação governamental que, em parceria com as Instituições de Ensino Superior, visam desenvolver ações que tragam benefícios permanentes para as comunidades, principalmente as relacionadas com, a melhoria do bem estar social e a capacitação da gestão pública.

Busca, ainda, consolidar o sentido de responsabilidade social no universitário brasileiro, em prol da cidadania, do desenvolvimento e da defesa dos interesses nacionais, contribuindo na sua formação acadêmica e proporcionando-lhe o conhecimento da realidade do País.

Como participar

Duas vezes por ano, nos meses de março/abril e setembro/outubro, o Projeto Rondon publica o convite para as Instituições de Ensino Superior (IES) participarem da seleção para as operações do ano seguinte. Cada instituição deverá elaborar uma proposta de trabalho, que deverá ter um diagnóstico com os problemas da região (ligados ao conjunto de ações escolhido) e descrever em detalhes como a IES pretende desenvolver cada uma das ações que se propõe a realizar.

As IES são selecionadas por uma comissão de avaliação interministerial pelos melhores projetos apresentados.

Histórico
Em julho de 1967, foi realizada a Operação Piloto, ou Operação Zero, que contou com a participação de 30 alunos e 2 professores universitários da Universidade do Estado da Guanabara, hoje Universidade do Estado do Rio de Janeiro, da Universidade Federal Fluminense e da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Durante 28 dias, foram realizados trabalhos de levantamento, pesquisa e assistência médica no território de Rondônia.

No entanto, o Projeto Rondon teve suas atividades encerradas no ano de 1989, retornando somente em janeiro de 2005, na cidade de Tabatinga, no Amazonas.

Desde o relançamento, o Projeto Rondon realizou 71 operações em 1.075 municípios de 23 estados; e soma 1.891 participações de Instituições de Ensino Superior (IES) e 20.762 rondonistas (universitários e professores).

As Forças Armadas garantem a logística e a segurança necessárias por intermédio das unidades militares, que servem de apoio e base para os estudantes e professores.

publicidade

publicidade