SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Escolas particulares estão proibidas de recusar matrícula ou cobrar taxa

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/06/2016 17:40

Agência Senado /

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu manter a validade do Estatuto da Pessoa com Deficiência, que impede as escolas particulares de recusar matrícula ou cobrar taxa adicional para atendimento de alunos com deficiência. A proibição foi questionada pela Confederação Nacional dos Estabelecimentos de Ensino, que queria garantir o direito de as escolas cobrarem mensalidades mais caras para esses estudantes. O Senado já aprovou um projeto de lei (PLS 45/2015) que estabelece que qualquer taxa que tiver sido cobrada dos alunos com deficiência seja devolvida em dobro pelas escolas, com juros e correção monetária. O texto está em análise na Câmara dos Deputados. Detalhes na reportagem de George Cardim, da Rádio Senado.

publicidade

publicidade