SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

JORGE VIANA

Novo regime de gastos não pode passar régua em áreas como saúde e educação

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 16/06/2016 18:09

Agência Senado /

Ressaltando que é favorável ao controle dos gastos públicos, o senador Jorge Viana (PT-AC) criticou a proposta de emenda à Constituição (PEC) encaminhada na quarta-feira (15) ao Congresso pelo presidente interino, Michel Temer, estabelecendo um teto para os gastos públicos nos próximos 20 anos. Segundo a PEC, que na Câmara dos Deputados recebeu o número 241/2016, a partir de 2017 o aumento das despesas da União não poderá ser maior que a inflação do ano anterior. Para Jorge Viana, a proposta “passa uma régua para tudo”, o que abre a possibilidade de redução de investimentos em áreas essenciais, como saúde e educação. Diante desse quadro, o senador prevê que a Câmara e o Senado deverão fazer muitos ajustes na PEC. Ouça a entrevista ao jornalista Adriano Faria, da Rádio Senado.

publicidade

publicidade