SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Estudantes do Guará e da Estrutural aprendem a tocar flauta doce

Aulas são semanais, no 4º Batalhão da Polícia Militar, no Guará, e fazem parte do projeto Cidadania com Música

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/06/2016 18:13

Uma parceria entre o Centro Educacional 4 do Guará e o 4º Batalhão de Polícia Militar promove aulas gratuitas de flauta doce para os alunos da instituição de ensino. É o projeto Cidadania com Música, que visa levar cultura e esporte para a comunidade local. Inicialmente, foram abertas duas classes de 20 alunos cada uma – uma matutina e outra vespertina –, com aulas às quintas-feiras. A primeira foi em 2 de junho.

“Dependendo da procura, ampliaremos as turmas e abriremos novos horários”, destaca o sargento Giovanni Sousa, responsável pelo projeto musical. “Por enquanto, temos a flauta doce, mas pretendemos expandir para outros instrumentos, à medida que os participantes evoluírem.”

“O som desse instrumento me tranquiliza, parece que o meu corpo fica mais relaxado”, diz o estudante David Roberto Araújo Batista, de 8 anos, um dos inscritos no curso. A avó, Zuleika Aparecida Lopes, de 55 anos, conta que o neto tem orientação médica para buscar atividades culturais e esportivas. “A recomendação foi feita por motivos de hiperatividade e déficit de atenção”, detalha. “Esperamos que a prática musical colabore no desenvolvimento dele”, complementa Zuleika.
Critério

A escola foi selecionada porque, além de receber moradores da região administrativa, atende estudantes de baixa renda da Estrutural. No entanto, a oportunidade está aberta para alunos das redes pública e privada de ensino de todo o Distrito Federal.

Um soldado e um sargento especialistas em música e integrantes da banda da corporação estão encarregados de ensinar os jovens. Os instrumentos são emprestados pelos instrutores, e as atividades ocorrem em turno contrário ao da escola. No caso dos estudantes do Centro Educacional 4, a polícia organiza o transporte entre a escola e o batalhão, onde são ministradas as aulas.

Não há necessidade de conhecimento prévio do instrumento. O interessado precisa estar matriculado na escola e ter de 8 a 14 anos. Obedecendo a esses critérios, basta comparecer com o responsável no batalhão com duas fotos 3X4 e cópias da identidade ou certidão de nascimento, da declaração de escolaridade, do comprovante de residência e do documento de identificação dos pais ou responsáveis. Mais informações pelo telefone (61) 3190-0482.

 

Agência Brasília

publicidade

publicidade