SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Associação promove projeto que alia poesia a diferentes linguagens

Em uma imersão entre o espetáculo e o sarau, o projeto Poesia em Voz Alta: arte, reflexão e emoção se propõe apresentar o gênero ao público de forma lúdica

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 24/08/2016 20:43 / atualizado em 24/08/2016 20:49

A partir de sexta-feira (26) a 30 de setembro, Brasília receberá os espetáculos do projeto Poesia em Voz Alta: arte, reflexão e emoção. Serão três espetáculos: Poesia para Brasília; Poesia, Cordel e Cantoria; Poesia, Memória e Resistência. São 15 apresentações que terão como objetivo apresentar a poesia de maneira lúdica, por meio de performances que se situam entre o sarau poético e o espetáculo de teatro.

 

Cada um dos três espetáculos contará com a presença de um poeta convidado e de outro que fará o papel de mediador com a plateia, a fim promover discussões e reflexões sobre o significado da poesia. A linguagem cênica, a música, as imagens e as leituras serão as diferentes maneiras de apresentar os poemas ao público e de incentivar o debate.

 

As performances ocorrerão na sede da Associação Nacional de Escritores (ANE). O Poesia em Voz Alta é o primeiro projeto que a associação aprova no Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal (FAC-DF). O presidente da ANE, Fabio de Sousa Coutinho, destaca que o projeto é um marco na história da associação, não apenas por ser o primeiro a receber recursos do FAC-DF, mas também pelo sentido social que é dado à atividade cultural. “O projeto é belíssimo. A ANE abrirá as portas para a comunidade. Por meio do Poesia em Voz Alta os estudantes de várias regiões de Brasília terão contato com a poesia, com cordelistas e poetas premiados”, resume.

 

A expetativa de público é de cerca de 2 mil pessoas. Dessas, 1,5 mil serão alunos matriculados nos anos finais do ensino fundamental e no ensino médio das escolas da rede pública de ensino do Distrito Federal. Além daqueles que têm aulas no Plano Piloto, serão trazidos outros, de sete regiões administrativas (Paranoá, Itapoã, São Sebastião, Varjão, Estrutural, Candangolândia e Núcleo Bandeirante). Serão disponibilizados ônibus para o transporte dos estudantes até o local de realização dos espetáculos.

 

O projeto oferecerá uma oportunidade de letramento poético a adolescentes e jovens, de maneira a conectar a arte da poesia com as exigências formais do ensino. Ao mesmo tempo em que se apresenta esse gênero literário de forma diferente daquela correntemente vista em sala de aula, procura-se complementar o contato com a reflexão e a interpretação.

 

A diretora de cena do espetáculo, Cláudia Leal, conduzirá a encenação dos atores, Julie Wetzel e Pedro Caroca, dos poemas selecionados. O som do músico Toninho Alves marcará o ritmo de cada poema apresentado e o poeta e curador do projeto, João Bosco Bezerra Bonfim, fará a mediação dos debates.

 

A associação da dicção de poesia a outras linguagens, nesse caso, não guarda semelhança com a tradição de simplesmente declamar, como se fazia nos saraus do início do século 20. Nessa proposta, os sons dos instrumentos musicais devem estar a serviço da sonoridade já presente na poesia. “Vamos resgatar a sobriedade do dizer a poesia em voz alta”, afirma João Bosco, que é doutor em Linguística pela Universidade de Brasília (UnB).

 

Segundo ele, a intenção dos espetáculos é mostrar ao público como alcançar as quatro camadas em que os poemas devem ser explorados: a do sentido (logopeia), a do som (melopeia), a da imagem (fanopeia) e a do sentimento (avaliatividade). As apresentações serão trabalhadas de maneira a suscitar os participantes a alcançarem todas essas camadas, fornecendo as chaves de interpretação para quaisquer outras obras poéticas que venham a ser lidas por eles.

 

O primeiro espetáculo – Poesia para Brasília – contará com a presença dos poetas Anderson Braga Horta, um dos fundadores da ANE, e Alexandre Pilati. O segundo – Poesia, Cordel e Cantoria –, terá a participação dos repentistas João Santana e Valdenor de Almeida. A escritora e atriz Cristiane Sobral é a convidada do terceiro – Poesia, Memória e Resistência.


Poesia em Voz Alta: arte, reflexão e emoção


Local

Auditório Cyro dos Anjos
Associação Nacional de Escritores – ANE
SEPS 707/907, Bloco F
Edifício Escritor Almeida Fischer

Data
De 26 de agosto a 30 de setembro
Entrada gratuita

Programação


Poesia para Brasília
Abertura: 26 de agosto, às 20h
Em cartaz nos dias 29, 30 e 31 de agosto e 2 de setembro, das 15h às 16h30

Poesia, Cordel e Cantoria
Estreia: 9 de setembro, às 20h
Em cartaz nos dias 12, 13, 14 e 16 de setembro, das 15h às 16h30

Poesia, memória e resistência
Estreia: 23 de setembro, às 20h
Em cartaz nos dias 26, 27, 28, e 30 de setembro, das 15h às 16h30

Contatos
Endereço eletrônico: www.poesiaemvozalta.com.br


Sobre a ANE
A Associação Nacional de Escritores (ANE) é a primeira instituição cultural do Distrito Federal, fundada em 1963, agregadora de artistas de várias gerações. Localizada em região pioneira da cidade, em frente ao Colégio Elefante Branco e à antiga Escola Normal, duas das mais antigas instituições de ensino da cidade, deu origem a outras entidades, como a Academia Brasiliense de Letras e o Sindicato de Escritores no Distrito Federal. Endereço eletrônico: www.anenet.com.br.

publicidade

publicidade