SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Escola de Planaltina é a primeira a receber o Viva Brasília

O programa de segurança pública se estende para a rede pública de ensino com o objetivo de diminuir a criminalidade na juventude e na infância. O governador Rodrigo Rollemberg esteve na entrega da revitalização da Escola Classe 2 de Arapoanga, primeira etapa do projeto

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 31/08/2016 18:35

Dênio Simões

A Escola Classe 2 de Arapoanga, em Planaltina, é a primeira a receber o Viva Brasília nas Escolas, que busca aplicar a metodologia do programa de segurança pública em instituições da rede pública de ensino que tenham histórico de violência. O governador Rodrigo Rollemberg esteve na cerimônia de entrega da revitalização feita na unidade, primeira etapa do projeto.

“Hoje é dia de agradecer aos nossos parceiros, principalmente ao Exército Brasileiro, que permitiu a recuperação dessa escola. É muito gratificante ver a alegria das crianças, dos professores e dos servidores”, afirmou o governador de Brasília Rodrigo Rollemberg.

A revitalização incluiu reforma na fachada da escola, nas salas de aula, nos corredores internos e no parquinho, que recebeu, dos alunos, o nome de Soldadinho de Chumbo. Toda a obra foi feita de maneira compartilhada entre diversos órgãos do governo de Brasília e do exército brasileiro. “Uma das missões do exército é desenvolver ações subsidiárias, e esse projeto é de extrema importância visto que estamos investindo em crianças que são o futuro do País”, disse o coronel Carlos Cinelli, comandante do Batalhão da Guarda Presidencial.

O objetivo do Viva Brasília nas Escolas é integrar órgãos governamentais, sociedade civil e movimentos voluntariados no desenvolvimento de ações que diminuam a criminalidade na juventude e na infância. Para alcançar a meta, foram pensadas três frentes: Núcleo de Articulação Territorial Escolar, Brasília Cidadã na Escola e Comitê da Paz na Escola. Esses grupos, que serão próprios de cada colégio, trabalharão para criar ações específicas dentro da realidade local.

A integração entre as forças de segurança tem mostrado resultados positivos desde que foi institucionalizada pelo Programa Viva Brasília Nosso Pacto pela Vida, da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social. Durante a entrega da revitalização da escola, a secretária de Segurança Pública e da Paz Social do DF, Márcia Alencar, falou sobre a ideia de levar o sucesso dessa metodologia para escolas públicas do Distrito Federal. “O objetivo é trabalhar preventivamente a política de segurança pública e expandir a experiência para as áreas que são mais sensíveis em relação a história de violência e criminalidade em Brasília. Assim, poderemos derrubar o ciclo da violência e construir a cultura de paz dentro do ambiente escolar”, afirmou.

A Escola Classe 2 de Arapoanga atende 1,1 mil crianças e jovens de cinco a 15 anos, da educação infantil ao quinto ano. “Para nós é um dia de festa porque nossos alunos ganharam uma escola toda revitalizada”, disse Ângela Queiroz, vice-diretora da escola. O projeto-piloto será estendido para outras quatro unidades, na Asa Sul, em Ceilândia, em Samambaia e Taguatinga.

Após a visita à escola, o governador esteve no Mestre D’Armas para ouvir da população as principais necessidades dos moradores. Esse foi um compromisso assumido por Rollemberg na Roda de Conversa na região administrativa, na quinta-feira (25). Em seguida, almoçou no restaurante comunitário e passou pela Avenida Independência para conversar com a comunidade.

Acompanharam o governador os secretários de Educação, Júlio Gregório Filho; de Mobilidade, Marcos Dantas; e de Infraestrutura e Serviços Públicos, Antônio Coimbra; a subsecretaria de Segurança Cidadã, da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social, Joana Mello; o diretor-presidente da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), Júlio Menegotto; o administrador regional de Planaltina, Vicente Salgueiro; a diretora da Escola Classe 2 de Arapoanga, Georgina Lopes; e o deputado distrital Agaciel Maia (PR).

 

Agência Brasília

publicidade

publicidade