SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Colégio Militar sedia o 1° Desafio Global do Conhecimento

O evento reúne estudantes de todas as unidades do Colégio Militar do Brasil. As atividades acadêmicas envolvem uma feira de ciências sobre sustentabilidade e a simulação das Nações Unidas Mundo CM

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 30/09/2016 21:00 / atualizado em 03/10/2016 14:59

AL Guilherme, Gabriele Camera, Fabiane Sayegh e Coimbra / Colégio Militar / Divultação

 

Os alunos do Colégio Militar de Brasília receberam a visita de estudantes de outras 12 unidades do Sistema Colégio Militar do Brasil, no período de 29 de setembro a 1º de outubro, para participar do 1º Desafio Global do Conhecimento. O evento envolve duas atividades: a Feira de Ciências e a simulação de órgãos das Nações Unidas, chamada Mundo CM. Mais de 400 estudantes se reuniram na sede brasiliense.

AL Guilherme, Gabriele Camera, Fabiane Sayegh e Coimbra / Colégio Militar / Divultação

 

A iniciativa é realizada pelo Exército Brasileiro por intermédio do Departamento de Educação e Cultura do Exército e da Diretoria de Educação Preparatória e Assistencial (DEA). Para o Coronel Machado, chefe de Sessão de Ensino da DEA, “as atividades extraclasse são formuladas para que os alunos desenvolvam conhecimentos complementares. O aprendizado que eles obtiveram em sala de aula é colocado em prática nas atividades”, explica.

AL Guilherme, Gabriele Camera, Fabiane Sayegh e Coimbra / Colégio Militar / Divultação

 

A estudante Lorena Dias, 16 anos, conta que a interação que o evento promove é o que mais a motiva a participar. “O mais legal desse tipo de evento é conhecer as pessoas de outros colégios. Eu, como moro aqui em Brasília e provavelmente vou continuar morando, só tenho oportunidade de conhecer gente de outras cidades aqui. É muito legal esse contraste de costumes”, afirma.

Feira de Ciências

AL Guilherme, Gabriele Camera, Fabiane Sayegh e Coimbra / Colégio Militar / Divultação

 

A apresentação dos trabalhos, que ficou por conta de alunos de todas as unidades do Sistema Colégio Militar, aconteceu no primeiro dia de evento. Os estudantes desenvolveram projetos em torno da sustentabilidade, colocando em prática os conhecimentos adquiridos em sala de aula e concorreram à premiação.

Quem ganhou o primeiro lugar foram os alunos do Colégio Militar do Amazonas, que apresentaram um trabalho sobre a reutilização da água das chuvas. Eles explicaram como funciona o projeto e a aplicabilidade dele para a realidade da região. O Colégio Militar de Juiz de Fora (MG) desenvolveu um sistema de aquecimento de água que utiliza exclusivamente energia solar, com a utilização predominante de material reciclável e encantaram quem participou da feira ao demonstrar o equipamento durante a feira.

Foram apresentadas outras 11 ideias, todas sobre o tema “proteção do meio ambiente”.

Fabiane Sayegh,15, estudante do Colégio Militar de Campo Grande (MS) veio a Brasília para participar do evento. “É uma experiência incrível porque a gente tem contato com a parte intelectual além da que já era explorada nos jogos da amizade (tradicionais gincanas entre os colégios militares). Então nós aprendemos muito com os alunos de todas as unidades”, relata.

Mundo CM

AL Guilherme, Gabriele Camera, Fabiane Sayegh e Coimbra / Colégio Militar / Divultação

 

A simulação dos órgãos das Nações Unidas do Instituto Militar, chamada Mundo CM, acontece em todos os dias do Desafio Global. Os estudantes vestem roupas sociais e discutem temas de importância internacional segundo o modelo dos comitês da Organização das Nações Unidas. Os delegados — como são chamados os participantes da simulação — estão divididos em oito comitês: Organização Mundial do Trabalho (OIT), Agência de Comunicação (AC), Banco Mundial (BM), Conselho de Segurança (Security Council), União Africana (UA), Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), a Corte e o Comitê Histórico Teatro de Operações Ienemita (TOI).

AL Guilherme, Gabriele Camera, Fabiane Sayegh e Coimbra / Colégio Militar / Divultação

 

O estudante do Colégio Militar de Salvador Guilherme Hohenfeld já participou de mais de oito simulações das Nações Unidas. Segundo ele, as simulações de Brasília das quais já participou — Simulação da Nações Unidas para Secundaristas e Mundo CM —exigem um desenvolvimento acadêmico maior. “Os eventos que eu participei em Salvador foram só a nível regional, aqui eu conheci a nata do mundo das simulações, o que me fez crescer bastante e precisar de uma carga de conhecimento muito maior”, garante.

Ele acrescenta que participar desse tipo de atividade desenvolve várias habilidades. “Acredito que a simulação trabalha bastante a oratória, te ajuda a organizar seus pensamentos e entender os problemas que a gente enfrenta no cotidiano, além de conhecimento de história e geografia.”

AL Guilherme, Gabriele Camera, Fabiane Sayegh e Coimbra / Colégio Militar / Divultação

 

Para cobrir os eventos, estudantes são alocados na ZumCMTV. Com auxílio do Tenente Coronel Aleixo — coordenador do projeto — os alunos produzem conteúdo jornalístico a respeito do que acontece em todo o Desafio Global do Conhecimento.

Para o Tenente Coronel, em atividades como essa, os participantes desenvolvem habilidades como “liderança, trabalho em equipe, coleguismo e resiliência”.

A feira de ciências acabou na quinta (29), mas a simulação vai até o sábado (1°).

publicidade

publicidade