SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

1.072 escolas e institutos federais estão ocupados, diz a Ubes

No Distrito Federal, estudantes ocupam cerca de três câmpus do Instituto Federal de Brasília (IFB) e cinco escolas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/10/2016 18:24 / atualizado em 25/10/2016 18:57

A União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) atualizou a lista de escolas e institutos ocupados hoje (18)  e lista 1.072 escolas, institutos e universidades. Somente no Paraná, são 847 instituições ocupadas. No Distrito Federal, são oito ocupações: os câmpus de Riacho Fundo, Samambaia e São Sebastião do Instituto Federal de Brasília (IFB); e nas escolas Elefante Branco, Gisno, CEM 111 do Recanto das Emas, CED 1 de Planaltina e CEM 304 de Samambaia.
 
Segundo a estudante do curso de licenciatura de biologia do Instituto Federal de Brasília do câmpus Planaltina Keilla Roberta Félix Gomes, 22 anos, os câmpus de Taguatinga e Ceilândia também estão ocupados. A ocupação na unidade  de Planaltina começou ontem (17) e tem como objetivo protestar contra a  proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que versa sobre congelamento dos gastos, e a Medida Provisória 746, que institui a reforma do ensino médio. “Essas medidas que estão sendo tomadas representam retrocesso na nossa educação e desvalorização do profissional”, afirma a estudante. A expectativa é pressionar  o governo federal e mudar o rumo da votação da PEC 241. Os estudantes se manifestarão em 24 de outubro no Congresso Nacional contra a medida. “A gente não pode deixar essa aprovação passar. Se passar, as movimentações serão mais intensas e cotidianas”, completa.
 
O Centro de Ensino Médio 414 de Samambaia (CEM 414) foi ocupado na semana passada, mas decidiu pela desocupação a partir da última segunda-feira (17) após reunião com o secretário de Educação, Júlio Gregório, e a Coordenação Regional de Ensino de Samambaia.

publicidade

publicidade