SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Estudantes são retirados pela PM de ocupação em Tocantins

Mais de 20 jovens, incluindo menores de idade, foram encaminhados à delegacia algemados em Miracema, interior do estado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 27/10/2016 17:00

Na manhã desta quinta-feira (27), um grupo de estudantes foi retirado pela Polícia Militar do Centro de Ensino Médio Dona Filomena Moreira de Paula, em Miracema, interior do Tocantins. Mais de 20 jovens — entre secundaristas e universitários —, que participam do movimento de ocupação, foram algemados e encaminhados à delegacia pela PM.


Os estudantes ocuparam a escola em protesto contra a Medida Provisória 746, que prevê mudanças no ensino médio e a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que limita o aumento dos gastos públicos. A decisão de intervenção da PM partiu do promotor de Justiça do Ministério Público Estadual (MPE) de Miracema.A instituição faz parte de uma do grupo de 1.154 instituições públicas ocupadas em todo o país.

 

Segundo o Ministério Público, a ação ocorreu após a resposta negativa à tentativa de diálogo entre a PM e os estudantes da ocupação. Estudantes relataram que havia conflitos no colégio entre estudantes a favor e contra a ocupação, gerando acusações verbais de ambas as partes, e que os oficiais da PM não portavam mandado de segurança durante a operação.

publicidade

publicidade