SIGA O
Correio Braziliense

Educação básica

Prefeito do interior do Ceará ganha prêmio por gestão educacional

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 14/12/2016 19:32

 

Localizado em uma região do semiárido cearense, castigado há anos pela seca e com uma renda média de meio salário mínimo por habitante, o município de Sobral enfrenta problemas estruturais em áreas de extrema importância para os moradores – mas é referência em educação de qualidade no país. O prefeito José Clodoveu de Arruda Coelho Neto (PT), que encerra este ano o segundo mandato, entrega o município à próxima administração ostentando o melhor índice de desenvolvimento da educação básica (Ideb) do país em algumas de suas escolas.

 

O prefeito recebeu em Brasília, nesta quarta-feira, 14, o título de Prefeito Nota 10 da Educação, uma premiação criada em 2015 pelo Instituto Alfa e Beto, organização sem fins lucrativos, para “incentivar a equidade no ensino brasileiro”. O prêmio, que inclui um cheque de R$ 200 mil, destinado ao município e conferido ao prefeito, foi entregue pelo ministro da Educação, Mendonça Filho, e pelo presidente do instituto, João Batista Araújo e Oliveira.

 

Outros dois prefeitos – Paulo Pinheiro, de São Caetano do Sul (SP), e Udo Dohler, de Joinville (SC), ambos do PMDB – receberam menção honrosa, um destaque do prêmio pelos resultados mais expressivos nas regiões Sudeste e Sul na Prova Brasil (Avaliação Nacional do Rendimento Escolar) 2015.

 

Para o ministro Mendonça Filho, os três municípios mostraram que bons resultados são possíveis quando há determinação, decisão política, vontade e cooperação da população.  Mas enfatizou as conquistas de Sobral, que a despeito das dificuldades econômicas e problemas crônicos provocados pela estiagem prolongada, mostrou que quando há foco e uma lógica que desvia raciocínios políticos equivocados os resultados aparecem.

 

“O debate se restringe hoje à questão de recursos públicos, como se fosse o elemento que falta para que a gente possa alcançar bons resultados na educação, mas não passa de uma mentira, para enganar a opinião pública”, disse. “Nós triplicamos o orçamento da educação em pouco mais de 12 anos e o desempenho não saiu do lugar, enxugamos gelo, o que se traduz em um retumbante fracasso. É contra isso que estamos lutando agora, aqui no ministério.”

 

O prefeito José Clodoveu espera da nova gestão que assumirá a prefeitura em janeiro a continuidade das ações – que zeraram a evasão escolar, estimularam a gestão educacional e valorizaram o magistério, com cursos de formação e incentivos salariais. Para ele, determinação, vontade política e continuidade de ações efetivas de gestões anteriores podem transformar a vida de milhares de jovens e crianças dos ensinos médio e fundamental.

 

“O que nos estimula é a certeza de que a educação é ainda o meio mais eficaz para as transformações políticas e sociais e a consequente redução das desigualdades, desfazendo o mito de que essas mudanças dependem apenas do poder econômico”, concluiu.

 

 

 

Portal MEC