SIGA O
Correio Braziliense

Crianças caem na folia e dizem o que mais gostam no carnaval

As crianças brasilienses já estão no clima de folia e contam o do que mais gostam no feriado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 25/02/2017 09:00

Gabriela Studart/Esp. CB/D.A Press


A festa mais divertida do ano finalmente chegou! Seja no bloquinho de rua, no bailinho do colégio ou do clube, meninos e meninas curtem muito a festa do Momo. Cada criança curte a folia como quer — tem gente que gosta de cantar, de dançar, de passar glitter, de brincar com confete e serpentina, de se fantasiar…Enfim, a garotada de Brasília está no clima da festa de Momo e revela aqui do que mais gosta no feriado.

 

Pequenas estilistas
Emanuelle Vieira Pinto, 8 anos, Yasmine Rahhal, 8, e Giulia Duarte Jardim, 10, moram no Guará e pulam carnaval todo ano. Cada uma tem um bloquinho favorito, e as meninas adoram escolher fantasias para curtir a folia cheias de estilo.
— Eu tenho roupa de gatinha, abelhinha, bruxinha... No ano passado, a gente pediu para a nossa vizinha fazer saias e saiu para o carnaval de bruxos. Fomos eu e mais cinco adultos para o bloco Baratinha fantasiados. Muitos foliões pediram para tirar foto com a gente, foi bem divertido, conta Giulia.


— Eu fico vendo vídeos na internet sobre fantasias, maquiagem e cabelo para ter ideias. Acho bem legal pegar inspiração na internet. Este ano eu quero ir de unicórnio, estou viciada neles! Eu gosto do carnaval, porque a gente vê a família, encontra os amigos, se diverte e usa fantasias diferentes, explica Emanuelle.


Yasmine gosta de inventar as próprias roupas de acordo com a moda e com o que tem no armário. A garota, que quer ser estilista no futuro, adora fazer combinações para criar um look original.


— Este ano eu vou vestida de egípcia, mas eu não costumo usar fantasias assim. Fico pegando minhas  roupas em casa e misturando tudo, até achar uma combinação que gosto. Não olho na internet, eu prefiro criar as minhas próprias fantasias com as coisas que tenho em casa.


Semana carnavalesca
A garotada do Colégio Sigma teve uma semana inteirinha dedicada ao Carnaval: eles aprenderam sobre a história da festa, os aspectos do folclore e, na última sexta-feira, curtiram um bailinho na escola.


Mariah Praia, 9 anos, conta por que a festa de Momo é uma das  favoritas dela. A menina, este ano, foi para a comemoração da escola fantasiada de boneca indiana que sonha em ser bailarina.


— Eu gosto do carnaval porque é muito animado e pode ser para qualquer pessoa: com deficiência ou não, todo mundo se diverte! As músicas são muito legais, meu estilo favorito são as marchinhas. É uma festa que faz muito o meu tipo.


O colega de turma dela, Diego Almeida, 9, adora as comemorações na escola.


— É um dia especial, a gente se diverte muito:Brinca, come, dança, teve até competição de música. É muito divertido!
A criançada do colégio adora se fantasiar. Mateus Lima, 8, Maria Eduarda Coimbra, 8, Gabriela Borges, 9, Andressa Santos, 8, e Júlia dos Santos, 8, criam as próprias combinações.


— Eu uso muito a fantasia de Mário, mas ela nunca foi completa. Este ano, a minha avó me ajudou: fomos a uma loja, compramos o pano e fizemos o macacão. Depois, foi só colocar a blusa colorida, explica Mateus.

 

Feriado em família
Para a criançada do Galinho de Brasília, o feriado é coisa de família: primos, primos dos primos, tios, avós, pais e irmãos se juntam todo ano para curtir um dos blocos mais tradicionais da cidade.


Mariana Torres, 9 anos, Giovana Torres, 10, e Roberta Torres, 8, pulam carnaval no Pintinho de Brasília — que não sairá este ano — e no Galinho de Brasília, com saída confirmada para 25 e 27 de fevereiro, desde bem pequenas.


— A gente vai para o carnaval praticamente desde que nasceu. É bem legal, subimos até no trio, conta Roberta.
— Gosto de brincar com os primos, com a espuma e com os confetes. A gente faz guerra de spray e desenha no chão. O bloco tem espaço para as pessoas brincarem, dá para fazer o que você quiser para curtir sem ficar longe da família, porque senão você se perde, explica Giovana.


Mariana gosta de criar as fantasias com roupas que tem no armário.


— Por que gastar dinheiro se você pode usar a criatividade? Não tem necessidade de comprar se a gente vai usar só uma ou duas vezes. Este ano, eu vou me fantasiar de boneca. Todo mundo em casa tem coisas para fazer a própria combinação. Mas preferimos usar as fantasias de frevo do Galinho, conta Mariana.

 

Fala, folião


Eu gosto do carnaval porque ele traz alegria para todo mundo. As músicas são muito animadas e divertidas, eu gosto muito delas.
Gabriela Borges, 9 anos

Eu gosto da festa porque a gente pode se fantasiar e dançar muito. No carnaval, eu não fico com vergonha de dançar e isso me deixa muito feliz. Mas, às vezes, tem falta de respeito, o que é ruim. Tirando isso, eu adoro!
Paula Campos, 8 anos

A gente pode dançar na rua e se divertir muito. Gosto para caramba de dançar break, aí chamo meus amigos no carnaval, e a gente curte um montão.
Danilo da Câmara, 8 anos

Eu não costumo ir para o carnaval de rua porque não é da minha religião cristã, mas eu adoro os bailinhos da escola, brincar com os sprays e confetes e de inventar fantasias.
Betina Coutinho, 9 anos

 

Bailinho animado
O baile de carnaval para a criançada do Colégio Santo Antônio foi na última terça-feira (21). A garotada curtiu muito com professores e animadores — teve música, dança, confetes e um desfile de fantasias. A criançada estava inspirada, era um look mais bonito que o outro.

— Eu escolhi vir de Cinderela porque é a minha roupa favorita. Ela é a minha segunda princesa preferida também — a primeira é a Moana. Eu gosto de tudo de carnaval! Tem dança, confete, diversão e fantasia, é tudo de bom, disse Linda Winick Prado, 6 anos,


O Kylo Ren da festa foi Tiago Lima e Silva, 5. Ele escolheu a fantasia do personagem da série Star Wars e fez o maior sucesso na folia.
—  A capa é meio incômoda, mas não está atrapalhando a minha diversão. Eu vou para o carnaval no bloco Tesourinha todo ano, vou com meus pais e minha irmã.

Laura Rudgero Nascimento, 5, foi de mulher-maravilha. A amiga, Lorena das Chagas, 6, estava de Bat-Girl e tem várias opções feitas em casa para escolher.
— Eu tenho um monte de fantasias: Bat-Girl, Cinderela, Moana. A minha mãe compra o tecido, costura e faz para mim. Elas ficam no guarda-roupa de fantasias, eu tenho um só para isso!, conta Lorena.