Senadores da CE discordam sobre texto da Base Nacional Comum Curricular

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/04/2017 19:40

Senadores da Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado (CE) discordam sobre a retirada pelo MEC das expressões “identidade de gênero” e “orientação sexual” da Base Nacional Comum Curricular. O texto final relativo à educação infantil e fundamental foi apresentado ao Conselho Nacional de Educação na última quinta-feira (6).

 

O senador Humberto Costa (PT – PE) considera o documento retrógrado e conservador. Para ele, proibir o uso das expressões “orientação sexual” e “identidade de gênero” nos currículos vai gerar mais violência.

 

Já o senador José Medeiros (PSD – MT), concorda com o texto do MEC. Para o senador, não cabe às escolas qualquer tipo de conteúdo que possa doutrinar as crianças.

 

Mais informações com a repórter Iara Farias Borges, da Rádio Senado.

 

 

Agência Senado