Trilhas da Educação

Laboratório de estudos criado por escola garante grande aprovação no Enem

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 28/04/2017 16:22

 

Ser aprovado no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é o sonho de muitos jovens que cursam o ensino médio. Para que seus alunos tenham maiores chances de boas notas no exame, a escola Pedro Joaquim de Jesus, da cidade de Teotônio Vilela (AL), de pouco mais de 40 mil habitantes, criou um laboratório de estudos – o Lab Enem, no contraturno escolar. A iniciativa garantiu a aprovação de mais de cem jovens, sendo 44 deles em instituições públicas.

 

Luiz Elias da Silva Filho, de 15 anos, é um dos aprovados. O estudante passou em primeiro lugar no curso de engenharia civil na Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Ele chegou à escola Pedro Joaquim de Jesus no terceiro ano do ensino médio e logo ingressou no laboratório e nos preparativos para o Enem, deixando de lado até mesmo a ideia de tentar um cursinho no turno contrário do colégio.

 

“Eu gostei muito da didática”, observa o estudante. O professor de física mostrava assuntos de matemática, física, química, às vezes até de biologia. Professor de humanas, se ele começasse a falar sobre preconceito racial, aí ele ia falar sobre o preconceito racial na história, a distribuição geográfica da população e qual a relação disso com as etnias e assim sucessivamente. Além das questões que os professores passavam em sala, a gente recebia uma apostila com questões para responder em casa e também de exames anteriores”, conta Luiz Elias.

 

Para quem acha que não tem chances, o estudante mostra que todos podem conseguir. “É um sentimento de satisfação, e também pensar que não é a questão de impossível. É simplesmente planejar o que você vai fazer”, disse. Ele afirma que nunca deixou de sair com os amigos ou de praticar esportes. “Só que eu separava um tempinho para revisar os assuntos. Se você desanimar, se você não passou de primeira e desanimar, aí a situação vai piorar. É melhor, se você não passou de primeira, ver qual foi o erro e tentar evoluir”, aconselha.

 

O estudante, que aguarda o início das aulas na universidade, se prepara agora para ser um dos voluntários do Lab Enem.

 

Projeto

Idealizadoras da proposta, a diretora Maria de Fátima Pimentel Gomes e a coordenadora pedagógica Anna Carolina de Melo Vasco observaram um salto na aprovação dos alunos desde a sua criação, no ano passado. Para Maria de Fátima, as aulas organizadas no contraturno são uma oportunidade para que os estudantes não desistam da vida acadêmica e superem as dificuldades encontradas na pequena cidade do agreste alagoano.

 

“Temos uma proposta e uma vontade de que os alunos saiam do ensino médio para a faculdade. Então, temos que colocar nesses meninos o sonho de ir para uma faculdade, de ter uma profissão, de mudar a história de vida deles e sair da vulnerabilidade”, relata a diretora. Para conseguir atender a todos os 1.978 alunos, que moram tanto na cidade como na zona rural, o Lab Enem faz simulados para estudantes do primeiro e segundo ano; exercícios e reforço do conteúdo e redação para os concluintes do ensino médio.

 

Para a coordenadora pedagógica, Ana Carolina, que também é ex-aluna da escola, o método tem agradado as turmas e reunido professores voluntários, que auxiliam na rotina de estudos. “Ver as narrativas que melhor se adequassem aos alunos, a partir dos simulados, ver as dificuldades, fraquezas, pontos fortes, e também focar mais nas dificuldades deles e assim por diante. Este ano a procura foi bem maior e espero que a empolgação inicial deles continue até a prova do Enem”, diz.

 

Os alunos são acompanhados também depois do exame, para que não percam prazos e conheçam quais as opções existentes, por meio do Ministério da Educação, para ingresso na universidade. Depois da divulgação do resultado do último Enem, a coordenadora pedagógica juntou novamente os alunos. Deste vez, para explicar como funcionam o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

 

Portal MEC