360 alunos do Distrito Federal vão participar da segunda fase da OBMEP

A aluna Bruna Neves, do CEF 104 Norte, começou a preparação para a prova, que ocorrerá em setembro

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/06/2017 19:50 / atualizado em 20/06/2017 20:00

A 13ª edição Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas 2017 (Obmep) bateu recorde de escolas inscritas. São 50 mil escolas públicas de todos os estados e do Distrito Federal, além da participação de estabelecimentos particulares inscritos pela primeira vez na competição.

A Obmep é realizada em duas fases. A primeira ocorreu em 6 de junho, envolvendo cerca de 360 mil alunos de Brasília. Os classificados foram selecionados para participar da segunda fase, prevista para 16 de setembro. Nessa etapa, os participantes farão prova discursiva. Bruna Evaristo Barreto Neves, 13 anos, aluna do 7º ano do Centro de Ensino Fundamental da 104 Norte, foi classificada para participar da segunda fase. Outros três colegas também obtiveram sucesso. Ela teve orientação da professora Anne Oliveira e conta ter se surpreendido com o resultado: “Não esperava, mas quando eu passei fiquei muito feliz”, disse.
 
A estudante conta que começou a se preparar para enfrentar o novo desafio: “Estou estudando mais”, disse. Para a mãe dela, Ediane Neves, o desempenho da filha na primeira fase resultou em um incentivo para Bruna se esforçar nos estudos: “É mérito muito grande, principalmente para uma alunda que estava enfrentando dificuldade", afirmou.

Média baixa

O Brasil apresenta índice abaixo do recomendado para o desempenho da disciplina de matemática desde 2005, segundo avaliação feita pelo  MEC/Inep noSistema de Avaliação da Educação Básica e na Prova Brasil. O resultado do ensino fundamental na disciplina de matemática mostrou que, em 2016, o 9º ano ficou com média de 256, quando o esperado seria 300. Bruna Neves, apesar de ter passado para segunda fase, considera a disciplina "complicada", mas disse que se esforçou muito para para obter um bom resultado.Este ano, a Obmep apresenta a proposta de estimular e promover os estudos de matemática no Brasil, difundindo a cultura da disciplina.

Premiação


O resultado sairá em 22 de novembro. Serão premiados 500 alunos de escolas pública e 75 alunos de escola particulares do país com medalhas de ouro. Cerca de 1.500  alunos de escolas públicas e 225 de escolas particulares serão agraciados com medalhas de prata. E 4.500 alunos da rede pública e 675 alunos de escolas particulares com medalhas de prata. Além de 46.200 alunos de escolas públicas e 5.700 de escolas particulares com certificados de menção honrosa.

 

 

Gabriela Gomes
Colaborou com o site do Eu,estudante